Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008726
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMACEDO JÚNIOR, G. de L.pt_BR
dc.contributor.authorBORGES, I. B.pt_BR
dc.contributor.authorCAVALCANTI, L. F. L.pt_BR
dc.contributor.authorSOUSA, F. A. dept_BR
dc.contributor.authorFERREIRA, M. I. C.pt_BR
dc.contributor.otherGilberto de Lima Macedo Junior, Universidade Federal de Uberlândia (UFU); Iran Borges Borges, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Belo Horizonte, MG; Luigi Francis Lima Cavalcanti, UFMG - Belo Horizonte, MG; Fernando Antônio de Sousa, UFMG - Belo Horizonte, MG; MARIA IZABEL CARNEIRO FERREIRA, CNPC.pt_BR
dc.date.accessioned2016-09-20T22:37:05Z-
dc.date.available2016-09-20T22:37:05Z-
dc.date.created2015-02-13pt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.other28445pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1008726pt_BR
dc.descriptionResumo: O presente trabalho teve como objetivo avaliar o consumo e a digestibilidade aparente dos nutrientes e a glicemia basal de borregas nulíparas em dois momentos da gestação e submetidas a dois manejos nutricionais: restrito e não restrito. O experimento foi realizado na Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais, no laboratório de Calorimetria e Metabolismo Animal. No período de junho a julho de 2006. Foram utilizadas 20 borregas nulíparas divididas em dois manejos nutricionais (restrito e não restrito). Os animais foram mantidos em gaiolas de metabolismo providas de cocho, bebedouro (balde plástico) e saleiro. As dietas eram compostas de feno de Tifton 85 picado, concentrado experimental (farelo de milho, farelo de soja e calcáreo) e quando preciso era adicionado o farelo de soja a mais para fechar as rações. As necessidades nutricionais foram baseadas no NRC (1985) e foi respeitada a divisão da gestação conforme a recomendação desse comitê. Para os animais mantidos em restrição nutricional foram retirados 15% das necessidades em energia na forma de nutrientes digestíveis totais (NDT) e proteína bruta. Os dois períodos experimentais (100 dias e 130 dias de gestação) tiveram duração de 20 dias cada, sendo 15 dias de adaptação e cinco de coletas. Os animais foram distribuídos em delineamento inteiramente casulizado em arranjo fatorial (dois manejos nutricionais e dois períodos da gestação), sendo que as avaliações foram feitas sobre o mesmo animal. No caso da glicemia foram feitas avaliações aos (100, 110, 120, 130 e 140 dias de gestação), durante 24 horas nos seguintes tempos (0, 3, 6, 9, 12, 15, 18, 21 e 24). A primeira coleta (tempo 0) foi realizada antes da primeira alimentação. Entre os tempos 6 e 9 os animais receberam a segunda alimentação do dia. O consumo de matéria seca (CMS) em gramas/dia elevou-se significativamente entre os períodos da gestação. Não se observou efeito do manejo nutricional na digestibilidade da matéria seca (DMS) em função do manejo nutricional. O manejo nutricional adotado promoveu diferenças estatísticas sobre o consumo de proteína bruta, nitrogênio e na excreção do nitrogênio fecal. O período gestacional não alterou o consumo das frações fibrosas, com exceção ao consumo de celulose, que foi maior para os animais aos 130 dias de gestação. Contudo, observa-se que o manejo nutricional aplicado aos animais restritos elevou o consumo das frações fibrosas. A glicemia basal das borregas apresentou interação entre manejo nutricional e dias de gestação. Borregas nulíparas são sensíveis a restrição nutricional e ao período gestacional.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/117981/1/CNPC-2014-Consumo.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherVeterinária Notícias, Uberlândia, v. 20, n. 2, p. 57-70, jul./dez. 2014.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectApparent digestibilitypt_BR
dc.subjectFibres.pt_BR
dc.titleConsumo, digestibilidade aparente e glicemia de borregas nulíparas gestantes e submetidas a dois manejos nutricionais.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2016-09-20T22:37:05Zpt_BR
dc.subject.thesagroOvinopt_BR
dc.subject.thesagroOvelhapt_BR
dc.subject.thesagroConsumo alimentarpt_BR
dc.subject.thesagroCarboidratopt_BR
dc.subject.thesagroFibrapt_BR
dc.subject.thesagroGlicosept_BR
dc.subject.thesagroIngestãopt_BR
dc.subject.thesagroNutrição animalpt_BR
dc.subject.thesagroPrenhezpt_BR
dc.subject.thesagroDigestibilidade aparentept_BR
dc.subject.nalthesaurusSheeppt_BR
dc.subject.nalthesaurusAnimal nutritionpt_BR
dc.subject.nalthesaurusCarbohydratespt_BR
dc.subject.nalthesaurusFeed intakept_BR
dc.subject.nalthesaurusGlucosept_BR
dc.subject.nalthesaurusPregnancy.pt_BR
dc.ainfo.id1008726pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2016-09-20pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNPC2014Consumo.pdf291,05 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace