Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1013277
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2014
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: BOTIN, A. A.
RODRIGUES, R. de A. R.
FERREIRA, A.
BEHLING, M.
Additional Information: ANDRESSA ALVES BOTIN, UFMT; RENATO DE ARAGAO RIBEIRO RODRIGUES, CPAMT; ANDERSON FERREIRA, CPAMT; MAUREL BEHLING, CPAMT.
Title: Desempenho agronômico da cultura do milho em resposta a diferentes doses de nitrogênio e à inoculação das sementes com azospirillum brasilense, em Sinop/MT
Publisher: IN: Semana Acadêmica - Sinop/2014, 1., 2014,Sinop, MT. Resumos... I Semana Acadêmica ? Sinop/2014, III Jornada Científica da Embrapa Agrossilvipastoril, Seminário Integrador PIBID e Tutoria, Mostra de Ensino e Extensão. ? Brasília, DF : Embrapa, 2014. p. 126
Pages: 1
Language: pt_BR
Keywords: Fixação biológica de nitrogênio
FBN
Description: A cultura do milho é uma das mais exigentes em fertilizantes para o seu desenvolvimento, destacando-se principalmente os nitrogenados. As bactérias promotoras do crescimento de plantas, como as do gênero Azospirillum, se destacam pela capacidade de fixar nitrogênio atmosférico e também por estimular o crescimento das plantas, podendo desempenhar um papel importante para garantir altas produtividades a baixo custo, e propiciar benefícios ambientais relacionados à redução no uso de fertilizantes. Dessa forma, o efeito da bactéria Azospirillum brasilense no desenvolvimento do milho tem sido pesquisado nos últimos anos, como uma alternativa para redução na necessidade de aplicação de fertilizantes nitrogenados para a cultura. O presente estudo tem como objetivo geral avaliar: o desempenho agronômico da cultura em função da inoculação das sementes com as linhagens AbV5 e AbV6 da bactéria Azospirillum brasilense e da aplicação da adubação nitrogenada em cobertura. O estudo vem sendo conduzido na Fazenda Experimental da Embrapa Agrossilvipastoril, o híbrido semeado foi o 2B810PW, com espaçamento entrelinhas de 50 cm, na segunda safra de 2014. Os tratamentos foram constituídos da seguinte forma: T1 - ausência de inoculação de sementes + 120 kg ha -1 de N em cobertura, T2 -ausência de inoculação de sementes + 90 kg ha -1 de N em cobertura, T3 - ausência de inoculação de sementes + 60 kg ha -1 de N em cobertura, T4 - ausência de inoculação de sementes e de N em cobertura, T5 - inoculação de sementes + 120 kg ha -1 de N em cobertura, T6 - inoculação de sementes + 90 kg ha -1 de N em cobertura, T7 - inoculação de sementes + 60 kg ha -1 de N em cobertura, T8 - inoculação de sementes + ausência de N em cobertura. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições, com os tratamentos dispostos em arranjo de parcelas subdivididas 2x4 (com e sem inoculação x quatro níveis de adubação nitrogenada). O fertilizante foi aplicado em cobertura, numa dose única, no estádio de seis folhas. Durante a condução do experimento foram avaliados os seguintes componentes: altura de planta e de inserção da primeira espiga, diâmetro de colmo, e teor de clorofila. Os dados foram submetidos à análise de variância. Como o estudo encontra-se em andamento e as amostras e resultados ainda estão sendo processados, só é possível destacar resultados parciais. Embora o tratamento com ausência do inoculante tenha proporcionado um incremento na altura de plantas, inserção da primeira espiga e diâmetro de colmo em relação à aplicação dos tratamentos em que se aplicou o inoculante, não houve diferença significativa entre os tratamentos. Esse resultado se deve, provavelmente, ao fato de que a altura das plantas e a altura de inserção da espiga são características altamente influenciadas pelo genótipo dos híbridos. Pela análise de variância pode se observar que o teor de clorofila foi afetado pelos tratamentos. O melhor resultado obtido foi no tratamento com ausência do inoculante (52,99 ICF), quando comparado com a aplicação do inoculante (51,75 ICF).
Thesagro: Zea mays
Data Created: 2015-04-10
ISBN: 978-85-7035-425-9
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAMT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
cpamt2014Resumos1semanaacademicasinop126.pdf156,96 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace