Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1020509
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorSASAKI, F. F. C.por
dc.contributor.authorANDRADE, R. O. depor
dc.contributor.authorPEREIRA, M. E. C.por
dc.contributor.authorPEREIRA, B. DE J.por
dc.contributor.authorSILVA, S. O. Epor
dc.contributor.otherFABIANA FUMI CERQUEIRA SASAKI, CNPMF; ROMÁRIO OLIVEIDA DE ANDRADE, UFRB; MARCIO EDUARDO CANTO PEREIRA, CNPMF; BRENO DE JESUS PEREIRA, UFRB; SEBASTIÃO DE OLIVEIRA E SILVA, UFRB.por
dc.date.accessioned2015-07-25T11:11:11Zpor
dc.date.available2015-07-25T11:11:11Zpor
dc.date.created2015-07-25por
dc.date.issued2015por
dc.identifier.other30706por
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1020509por
dc.descriptionComercialmente, bananas e plátanos são colhidos na fase conhecida como 'verde-11 maduro' e após a colheita os frutos amadurecem de forma desuniforme. Por isso, o 12 método de desverdecimento chamado de climatização tem sido utilizado para 13 proporcionar o amadurecimento rápido e homogêneo dos frutos. No entanto, existem 14 poucas informações sobre climatização de plátanos na literatura. O objetivo deste 15 trabalho foi avaliar o efeito da climatização com diferentes concentrações de etileno na 16 qualidade física e química de frutos de plátanos 'Terra Maranhão'. Quatro concetrações 17 de etileno foram aplicados: 50, 100 e 500 µL L-1 de etileno e o controle (sem etileno). 18 Os tratamentos foram aplicados por meio de gerador comercial de etileno (Banasil®) e a 19 climatização foi realizada a 25°C por 24 horas. As avaliações foram realizadas logo 20 após os frutos serem retirados da climatização e quando os frutos atingiram o estádio 6, 21 além da avaliação após a colheita (caracterização). As variáveis analisadas foram: massa 22 do fruto, diâmetro do fruto e da polpa, firmeza da polpa, acidez titulável (AT), sólidos 23 solúveis (SS), relação SS/AT e pH. Frutos de plátanos tratados com 50 e 500 µL L-1 de 24 etileno apresentaram casca completamente amarela (estádio 6) no terceiro dia após a 25 climatização e amadureceram em menor tempo, em comparação às frutas dos demais 26 tratamentos. Embora as aplicações de 50 e 500 µL L-1 de etileno tenha antecipado o 27 amadurecimento dos frutos, a concentração de 100 µL L-1 de etileno foi a que 28 proporcionou frutos de melhor qualidade física e química.por
dc.description.uribitstream/item/126992/1/Concentracoes-de-etileno-00402-032846-1.pdfpor
dc.languagept_BRpor
dc.language.isoporpor
dc.publisherIn: CONGRESSO BRASILEIRO DE PROCESSAMENTO MÍNIMO E PÓS COLHEITA DE FRUTAS, FLORES E HORTALIÇAS, 1.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-COLHEITA, FRUTAS, HORTALIÇAS E FLORES, 5.; ENCONTRO NACIONAL SOBRE PROCESSAMENTO MÍNIMO DE FRUTAS E HORTALIÇAS, 8., 2015, Aracaju,SE. Avanço na conservação e qualidade de frutas, flores e hortaliças: [anais]. Aracaju : Universidade Federal de Sergipe, 2015. 1 CD-ROM.por
dc.relation.ispartofEmbrapa Mandioca e Fruticultura - Artigo em anais de congresso (ALICE)por
dc.rightsopenAccesspor
dc.titleConcentrações de etileno para climatização de plátano 'Terra 1 Maranhão'.por
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)por
dc.date.updated2016-03-01T11:11:11Zpor
dc.subject.thesagroBananapor
dc.subject.thesagroEtilenopor
dc.subject.thesagroPós-colheitapor
dc.subject.nalthesaurusPostharvest systemspor
dc.subject.nalthesaurusEthylenepor
dc.ainfo.id1020509por
dc.ainfo.lastupdate2016-03-01por
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Concentracoesdeetileno004020328461.pdf279,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace