Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1021075
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorASSALIN, M. R.pt_BR
dc.contributor.authorABAKERLI, R. B.pt_BR
dc.contributor.authorFAY, E. F.pt_BR
dc.contributor.authorSILVA, C. M. M. de S.pt_BR
dc.contributor.otherMARCIA REGINA ASSALIN, CNPMA; ROSANGELA BLOTTA ABAKERLI, Embrapa Meio Ambiente; ELISABETH FRANCISCONI FAY, CNPMA; C. M. M. de S. SILVA, Embrapa Meio Ambiente.pt_BR
dc.date.accessioned2015-07-31T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2015-07-31T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2015-07-31pt_BR
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.other14223pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1021075pt_BR
dc.descriptionSulfentrazona é um herbicida bastante utilizado nas grandes culturas de soja e de cana-de-açúcar. O impacto ambiental associado a este herbicida é devido a seu elevado potencial de lixiviação e persistência, portanto o estudo do destino deste composto é de fundamental importância. O objetivo deste trabalho foi validar uma metodologia para análise deste herbicida em amostras de solo e água. A extração da sulfentrazona em solo foi realizada utilizando solução de acetona-HCl 0,25 mol L-1, sob refluxo durante 1 hora, seguida de filtração e concentração em rotaevaporador a 40 0C. A purificação do extrato de solo e concentração do analito foi realizada por extração em fase sólida (SPE), utilizando-se duas fases adsorventes C8 e sílica gel. Amostras de água também foram extraídas e purificadas em fase sólida. A identificação e quantificação do composto de interesse foi realizada por cromatografia gasosa, detecção por captura de elétrons, em coluna DB 608 (30 m x 0,53 mm x 0,83 µm).O limite de detecção foi fixado em 0,01 µg mL-1. A validação do método para a matriz de solo foi feita com fortificação no nível de 0,05 mg kg -1 e para água 0,005 mg L -1. A eficiência do método aplicado foi avaliada em função dos valores de recuperação do pesticida em amostras fortificadas. Todos os valores de recuperação obtidos estiveram dentro da faixa de aceitabilidade de 70 a 120%.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/127296/1/2005AA-083.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: CONGRESO VIRTUAL IBEROAMERICANO SOBRE GESTIÓN DE CALIDAD EN LABORATORIOS, 3., 2005, Madrid. Libro de comunicaciones: tomo I. Madrid: Ministério da Agricultura, Pesca y Alimentación, 2005. p. 295-297.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Meio Ambiente - Artigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.subjectSulfentrazonapt_BR
dc.titleMetodologia para análise do herbicida sulfentrazona em água e solo.pt_BR
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2015-08-19T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroÁguapt_BR
dc.subject.thesagroSolopt_BR
dc.subject.thesagroHerbicidapt_BR
dc.subject.thesagroSojapt_BR
dc.subject.thesagroCana de açúcarpt_BR
dc.ainfo.id1021075pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2015-08-19pt_BR
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005AA083.pdf4,54 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace