Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1023962
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCARVALHO, M. da C. S.pt_BR
dc.contributor.authorNASCENTE, A. S.pt_BR
dc.contributor.authorALMEIDA, L. N.pt_BR
dc.contributor.authorFERREIRA, K. M.pt_BR
dc.contributor.authorFERREIRA, L. C.pt_BR
dc.contributor.otherMARIA DA CONCEICAO SANTANA CARVALHO, CNPAF; ADRIANO STEPHAN NASCENTE, CNPAF; LAENE NEPOMUCENO ALMEIDA, estudante Uni-Anhanguera; KARLA MIRANDA FERREIRA, estudante UniEvangélica; LIDIANE COSTA FERREIRA, estudante UniEvangélica.pt_BR
dc.date.accessioned2015-09-15T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2015-09-15T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2015-09-15pt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.other33649pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1023962pt_BR
dc.descriptionA ureia é a fonte de nitrogênio (N) mais consumida no mundo, mas devido ao potencial de perdas por volatilização de amônia algumas tecnologias estão sendo agregadas a esse fertilizante visando ao aumento de sua eficiência. O objetivo do trabalho foi estimar as perdas de nitrogênio por volatilização de amônia após a aplicação de ureia comum e ureia com tecnologias agregadas na cultura do arroz de terras altas, bem como seus efeitos na nutrição e produtividade. O estudo de campo foi conduzido na safra 2012/13, em Santo Antônio de Goiás, em delineamento experimental de blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos na adubação de cobertura foram: 1) controle, sem aplicação de N; 2) ureia comum; 3) ureia revestida com polímero de liberação lenta; 4) ureia revestida com NBPT; 5) ureia revestida com zeolita; e 6) ureia revestida com sais de boro (B) e cobre (Cu). A dose foi de 120 kg ha-1 de N parcelada em duas aplicações. As perdas por volatilização de N-NH3 só ocorreram em quantidades significativas quando as condições climáticas foram favoráveis. A redução das perdas por volatilização de N-NH3 foram de 63%, 59%, 44% e 41% para ureia + NPBT, ureia + polímero, ureia + zeólita e ureia + Cu e B, respectivamente, em comparação com ureia comum. A adubação do arroz com N em cobertura não afetou a produtividade, mas aumentou a concentração desse nutriente na folha e na parte aérea, resultando em maior quantidade de N acumulado na planta.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/129655/1/CBCS3.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Arroz e Feijão - Artigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.titleVolatilização de amônia proveniente de ureia comum e ureia com tecnologias agregadas em arroz de terras altas.pt_BR
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2016-03-22T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroArrozpt_BR
dc.subject.thesagroOryza sativapt_BR
dc.subject.thesagroNitrogêniopt_BR
dc.subject.thesagroFertilizante nitrogenadopt_BR
dc.subject.thesagroAmôniapt_BR
dc.subject.thesagroUréiapt_BR
dc.ainfo.id1023962pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2016-03-22pt_BR
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPAF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CBCS3.pdf267,81 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace