Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1024509
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorWREGE, M. S.pt_BR
dc.contributor.authorFRITZSONS, E.pt_BR
dc.contributor.authorSOARES, M. T. S.pt_BR
dc.contributor.authorSOUSA, V. A. dept_BR
dc.date.accessioned2015-09-21T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2015-09-21T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2015-09-21pt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.citationIn: PARRON, L. M.; GARCIA, J. R.; OLIVEIRA, E. B. de; BROWN, G. G.; PRADO, R. B. (Ed.). Serviços ambientais em sistemas agrícolas e florestais do Bioma Mata Atlântica. Brasília, DF : Embrapa, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1024509pt_BR
dc.descriptionA Mata Atlântica abriga boa parte da biodiversidade e do patrimônio natural existente no Brasil, sendo considerada um importante centro de diversidade biológica mundial, com elevado número de espécies endêmicas. A manutenção desta biodiversidade possibilita assegurar o funcionamento de diversos serviços ambientais, como a purificação do ar e da água, o provimento de água e de alimentos, a regulação do clima e da ocorrência de pragas e doenças, a proteção dos recursos genéticos, a proteção contra desastres naturais, a estocagem de carbono, a ciclagem de nutrientes do solo, entre outros, permitindo a sustentabilidade dos ecossistemas e garantindo a existência de vida na Terra. Alterações ambientais, como desmatamento e mudanças climáticas globais, afetam negativamente os ecossistemas, resultando em acelerada perda de genótipos na natureza, aumento da fragmentação da vegetação e da degradação de habitats, erosão dos solos, assoreamento de corpos d´água, levando, em longo prazo, ao declínio de ecossistemas e à redução do suprimento de seus bens e serviços. Estes riscos são potencializados nos ecossistemas com predominância de formações florestais, com maior riqueza na diversidade de espécies e alto grau de endemismo, como é o caso da Mata Atlântica. Nós mostramos o uso associado da modelagem de distribuição potencial de espécies (MDP) e de sistemas de informações geográficas (SIG) como ferramenta para avaliar o comportamento da biodiversidade frente aos problemas de fragmentação da vegetação causados pelas atividades antrópicas, bem como para predizer a ocorrência de espécies nos cenários climáticos futuros, previstos pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectServiço ecossistêmicopt_BR
dc.subjectDiversidade biológicapt_BR
dc.subjectFragmentação da vegetaçãopt_BR
dc.titleVariáveis climáticas relacionadas aos serviços ambientais: estudo de caso da araucária.pt_BR
dc.typeParte de livropt_BR
dc.date.updated2017-07-18T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroDegradação Ambientalpt_BR
dc.subject.thesagroMudança Climáticapt_BR
dc.description.notesCapítulo 19.pt_BR
dc.format.extent2p. 242-247.pt_BR
riaa.ainfo.id1024509pt_BR
riaa.ainfo.lastupdate2017-07-18pt_BR
dc.contributor.institutionMARCOS SILVEIRA WREGE, CNPF; ELENICE FRITZSONS, CNPF; MARCIA TOFFANI SIMAO SOARES, CPAP; VALDERES APARECIDA DE SOUSA, CNPF.pt_BR
Appears in Collections:Capítulo em livro científico (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WregeLivroServicosAmbientaisCap19.pdf224,04 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace