Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1025378
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOLIVEIRA, F. R. A. dept_BR
dc.contributor.authorCOSTA, M. C. G.pt_BR
dc.contributor.authorSOUZA, H. A. dept_BR
dc.contributor.authorCARVALHO, M. A. R. dept_BR
dc.contributor.authorFERNANDES, J. K. S.pt_BR
dc.contributor.authorARAÚJO, I. C. da S.pt_BR
dc.date.accessioned2015-10-02T06:29:27Z-
dc.date.available2015-10-02T06:29:27Z-
dc.date.created2015-09-30pt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.citationIn: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015. 4 f.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1025378pt_BR
dc.descriptionResumo: A adubação verde com resíduos de leguminosas arbóreas é uma importante alternativa para a melhoria do potencial produtivo de áreas agrícolas em que o solo apresenta baixa fertilidade em decorrência da degradação. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da adição de resíduos de diferentes partes de leguminosas arbóreas nos teores de nitrogênio inorgânico do solo 65 dias após a aplicação dos resíduos. Utilizando-se solo degradado do núcleo de desertificação de Irauçuba-CE foi instalado um experimento em vasos, com delineamento de blocos ao acaso, com dez tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos avaliados foram: T1 - Sem resíduo de leguminosas, T2 - Folhas de Mimosa caesalpiniifolia, T3 - Galhos de Mimosa caesalpiniifolia, T4 - Folhas + galhos de Mimosa caesalpiniifolia, T5 - Folhas de Mimosa hostilis, T6 - Galhos de Mimosa hostilis, T7 - Folhas + galhos de Mimosa hostilis, T8 - Folhas de Gliricidia sepium, T9 - Galhos de Gliricidia sepium e T10 - Folhas + galhos de Gliricidia sepium. Foram avaliados os teores de nitrato (N-NO3-), amônio (N-NH4+), Nitrogênio inorgânico total (N-NO3- + N-NH4+) e relação nitrato/amônio (N-NO3- / N-NH4+). Os resíduos influenciaram positivamente nos teores de nitrogênio inorgânico no solo. Para o N-NO3- apenas T2 não influenciou significativamente. Em relação ao N-NH4+, T4, T7, T8, T9 e T10 proporcionaram incrementos significativos ao solo. No geral, as leguminosas contribuíram para a melhoria dos teores de N inorgânico no solo logo aos 65 dias após a aplicação.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectNúcleo de desertificaçãopt_BR
dc.subjectSemiáridopt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.subjectNordestept_BR
dc.subjectLeguminosa arbóreapt_BR
dc.subjectDeteriorização do solopt_BR
dc.titleInfluência da adubação verde nos teores de nitrogênio inorgânico em solo degradado no semiárido cearense.pt_BR
dc.typeArtigo em anais e proceedingspt_BR
dc.date.updated2015-10-02T06:29:27Zpt_BR
dc.subject.thesagroFertilidade do solopt_BR
dc.subject.thesagroMatéria orgânicapt_BR
dc.subject.thesagroAdubação verdept_BR
dc.subject.thesagroAdubo verdept_BR
dc.subject.nalthesaurusGreen manurespt_BR
dc.subject.nalthesaurusOrganic matterpt_BR
dc.subject.nalthesaurusSoil fertilitypt_BR
dc.subject.nalthesaurusSemiarid soilspt_BR
dc.subject.nalthesaurusBrazilpt_BR
dc.subject.nalthesaurusDesertificationpt_BR
dc.subject.nalthesaurusDegradationpt_BR
riaa.ainfo.id1025378pt_BR
riaa.ainfo.lastupdate2015-10-01pt_BR
dc.contributor.institutionFrancisco Ronaldo Alves de Oliveira, Instituto Federal do Piauí - Cocal, PI; Mirian Cristina Gomes Costa, Universidade Federal do Ceará (UFC) - Fortaleza, CE; HENRIQUE ANTUNES DE SOUZA, CNPC; Marco Antônio Rosa de Carvalho, Instituto Federal de Educação do Ceará - Sobral, CE; José Kioma Sousa Fernandes, Pós-graduação - Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) - Fortaleza, CE; Isabel Cristina da Silva Araújo.pt_BR
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
cnpc2015Influenciadaadubacao.pdf264,49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace