Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1026155
Title: Caracterização do risco de ocorrência de podridão cinzenta da videira em três regiões produtoras.
Authors: MONTEIRO, J. E. B. de A.
CONCEIÇÃO, M. A. F.
CAVALCANTI, F. R.
ANGELOTTI, F.
Affiliation: JOSÉ EDUARDO BOFFINO DE ALMEIDA MONTEIRO, CNPTIA; MARCO ANTONIO FONSECA CONCEICAO, CNPUV; FABIO ROSSI CAVALCANTI, CNPUV; FRANCISLENE ANGELOTTI, CPATSA.
Date Issued: 2015
Citation: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 19., 2015, Lavras. Agrometeorologia no século 21: o desafio do uso sustentável dos biomas brasileiros: anais. Lavras: UFLA, 2015.
Pages: 1974-1980
Description: RESUMO: A ocorrência de doenças em plantas é resultado da interação entre o hospedeiro, o patógeno e o ambiente. Dentre os diversos fatores e características do ambiente, as condições meteorológicas são preponderantes.O objetivo do presente estudo foi avaliar a favorabilidade agrometeorológica para ocorrência depodridão cinzentada videira (Botrytis cinerea)em regiões produtoras do Brasil, bem como o potencial de uso de modelos preditivos para a racionalização da aplicação de fungicidas. As nálises foram conduzidas com base em séries de dez anos de dados meteorológicos de importantes regiões de produção de uva no Brasil, referenciadas geograficamente nos municípios de Bento Gonçalves-RS, Jales-SP e Petrolina-PE (dois ciclos).A favorabilidade agrometeorológica foi estimada por um modelo de índice de infecção (II) calculado em função da temperatura durante o molhamento e a duração do molhamento diários. OII é a proporção de frutos infectados. O risco potencial de ocorrência dessa doença foi caracterizado pelas frequências médias da ocorrência de dias com risco de infecção baixo (F7%), médio (7 a 50%) e alto (>50%). Os resultados revelam situações bastante diferentes em cada uma das regiões produtora analisadas. A frequência de dias com alto risco para podridão cinzenta foi de 26% em Bento Gonçalves, 12% em Jales, 7% no ciclo 1 de Petrolina e 7% no ciclo 2 de Petrolina, com variabilidade interanual alta, alta, baixa e baixa, respectivamente. PALAVRAS-CHAVE:modelo de favorabilidade, Botrytis cinerea, sistema de previsão de doença Risk characterization of gray moldoccurrence in three producing regions ABSTRACT: The occurrence of plant disease is the result of interaction between the host, the pathogen and the environment. Among the various factors and environmental characteristics, weather conditions are prevalent. The aim of this study was to evaluate the agrometeorological favorability for the occurrence of gray mold (Botrytis cinerea) in producing regions of Brazil, as well as the potential use of predictive models to rationalize the application of fungicides. The analyzes were conducted based on series of ten years of meteorological data in important grape-growing regions in Brazil, geographically referenced in Bento Gonçalves, RS, Jales-SP and Petrolina (two cycles). The agrometeorological favorability was estimated by an infection index model (II) calculated as function of temperature during the wetness and wetness duration. The II represents the ratio of infected fruits. The potential risk of such disease was characterized by the average frequency of occurrence days with low risk of infection (IIF7%), medium (7<IIF50%) and high (II>50%). The results show quite different situations in each of the producing regions analyzed. The frequency of days with high risk of botrytis was 26% in Bento Goncalves, 12% in Jales, 7% in cycle 1 of Petrolina and 7% in cycle 2 of Petrolina, with high interannual variability, high, low, low, respectively. KEYWORDS: favorability model, Botrytis cinerea, disease forecasting system
Thesagro: Fungo
Botrytis Cinerea
Keywords: Modelo de favorabilidade
Sistema de previsão de doença
Favorability model
Disease forecasting system
Language: pt_BR
Notes: CBAgro 2015.
Type of Material: Parte de livro
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPUV)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monteiroetal201519CBAgro2015p19741980.pdf258,43 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace