Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1027224
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ALCÂNTARA, M. C.
LIMA, E. A. de
GOES, B. C.
HELM, C. V.
AUER, C. G.
ZEFERINO, I.
Additional Information: Mayara Carzino Alcântara, Graduanda PUCPR; EDSON ALVES DE LIMA, CNPF; Beatriz Cristina Goes, Graduanda PUCPR; CRISTIANE VIEIRA HELM, CNPF; CELSO GARCIA AUER, CNPF; Indiara Zeferino, Graduanda PUCPR.
Title: Efeitos do ataque de fungos de podridão nas características da madeira de eucalipto.
Publisher: In: CONGRESSO FLORESTAL PARANAENSE, 5., 2015, Curitiba. Novas tecnologias florestais: anais. [Curitiba]: Associação Paranaense de Empresas de Base Florestal, 2015.
Pages: 6 p.
Language: pt_BR
Keywords: Espécie florestal
Espécie exótica
Eficiência energética.
Description: Resumo - Os fungos de podridão são conhecidos por degradarem a parte estrutural da madeira, porém poucos estudos existem sobre sua influência na madeira. Os fungos de podridão branca degradam a lignina deixando a madeira com uma coloração clara e os fungos de podridão parda, degradam a holocelulose, deixando mais escura. Este trabalho teve como objetivo analisar alterações nas características da madeira após ter sofrido ataque fúngico em laboratório. Para este estudo, amostras de E. dunnii foram submetidas ao ataque de fungos de podridão branca (Pleurotus ostreatus), parda (Lentinula edodes) além de uma testemunha. As amostras foram autoclavadas e foram colocadas em vidros previamente inoculados com o fungo em solução ágar. Estas amostras permaneceram em incubadora a 25±2 ºC para o desenvolvimento dos fungos sem adição de água. Foram realizadas coletas aos 65, 131 e 219 dias após a implantação do experimento para análise de poder calorífico (PCS), teor de umidade (TU), teores de lignina (LIG), holocelulose (HOL) e extrativos totais (EXT), perda de massa (PM). Os dados foram submetidos à ANOVA e teste de Tukey. O ataque dos fungos não influenciou no PCS, LIG E HOL. Os fungos afetaram EXT, PM e TU. O resultado mais expressivo foi no TU, onde o teor médio nas amostras atacadas pelos fungos foi 66% superior à umidade das amostras sem ataque. Este resultado demonstra que a madeira submetida a longo período de secagem ao ar livre pode perder qualidade e diminuir a eficiência energética da queima devido ao elevado TU.
Thesagro: Eucalipto
Fungo
Madeira.
Lentinula Edodes
NAL Thesaurus: Pleurotus ostreatus.
Data Created: 2015-10-26
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015EdsonLCFPEfeitos.pdf564,99 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace