Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1032806
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: D'ANDREA, A. F.
ÁLVARES-DA-SILVA, O.
COELHO, M. R.
SILVA, A. C. da
D'ANDREA, R. M. S.
ROLIM, H. O.
Additional Information: ALEXANDRE FONSECA D'ANDREA, IFPB; ORIONE ÁLVARES-DA-SILVA, ICMBIO; MAURICIO RIZZATO COELHO, CNPS; ALYNE CAVALCANTI DA SILVA, IFPB; ROSICLÉA MARIA SANTOS D'ANDREA, ICMBIO; HERMANO OLIVEIRA ROLIM, IFPB.
Title: Estoque de carbono orgânico do solo em remanescente de Floresta Alta de Restinga na Mata Atlântica setentrional.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.
Language: pt_BR
Keywords: Qualidade do solo
Floresta Nacional da Restinga de Cabedelo
Neossolo Quartzarênico
Description: As florestas desempenham importantes serviços ecossistêmicos para o equilíbrio do clima e sequestro de carbono. Este trabalho objetivou determinar o número de amostras para estimativas do carbono orgânico do solo (COS) e calcular o estoque de carbono orgânico do solo (EstC) em uma Floresta Alta de Restinga na Mata Atlântica setentrional. Amostras foram coletadas a 0-20 e 20-40 cm de profundidade em um Neossolo Quartzarênico Órtico típico, em 48 pontos distribuídos em uma malha de 5 x 10 m, na Floresta Nacional da Restinga de Cabedelo (Cabedelo-PB). O clima é As segundo Köppen (tropical com estação seca de verão). O COS foi determinado segundo Embrapa (2011). O número de amostras foi calculado pela estatística t de Student, pelo coeficiente de variação e pelos desvios tolerados da média (5, 10, 15, 20 e 25%), considerando a=1, 2, 5, 10 e 20% de significância. O EstC foi calculado segundo Ellert & Bettany (1995). Os resultados foram: na camada de 0-20 cm, 42 amostras foram suficientes para estimativas confiáveis do COS (a=1%) e na camada de 20-40 cm, 49 amostras bastaram para médias confiáveis do COS (a=5%), com tolerância de 20% de desvios em relação à média. O EstC foi de 20,49 ±1,43 e de 12,03 ± 1,20 Mg ha-1 nas camadas de 0-20 e 20-40 cm, respectivamente. A avaliação da qualidade da camada superficial do solo na Floresta Alta de Restinga deste estudo deve considerar o mínimo de 50 amostras para estimativas confiáveis do COS.
Data Created: 2016-01-04
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015115.pdf352,31 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace