Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1035130
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Rondônia - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Issue Date: 2014
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: LEITE, V. P. D.
SILVA JÚNIOR, J. de S.
BRUGNERA, F. A.
UTUMI, M. M.
PASSOS, A. M. A. dos
Additional Information: MARLEY MARICO UTUMI, CPAF-RO; ALEXANDRE MARTINS ABDAO DOS PASSOS, CPAF-RO.
Title: Alelopatia de linhagens de arroz sobre a germinação de Borreria verticillata.
Publisher: In: ENCONTRO DE INICIAÇÃO À PESQUISA DA EMBRAPA RONDÔNIA, 5., 2014, Porto Velho. Anais... Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2014. p. 74. Editor técnico: Cléberson de Freitas Fernandes.
Language: pt_BR
Keywords: Planta daninha
Programa melhoramento.
Description: O arroz possui atividade alelopática sobre plantas daninhas. Borreria verticillata (vassourinha-debotão) é uma das espécies daninhas mais importantes em áreas de pastagens na região Amazônica. Como objetivo de avaliar o potencial alelopático de palhada de arroz, foram testados extratos aquosos 10% (m/v) da parte aérea de diferentes linhagens de Oryza sativa sobre a germinação de sementes de vassourinha-de-botão. Obteve-se o extrato, após secagem e trituração da parte aérea do arroz oriundo do programa de melhoramento genético da Embrapa. O material triturado foi diluído em água destilada, deixado em repouso por 24 horas e por fim, a solução foi filtrada. O bioensaio de germinação foi realizado semeando-se 25 sementes de B. verticillata em caixas gerbox, umedecidas com 10 ml de extrato, com quatro repetições em delineamento inteiramente casualizado. A testemunha foi regada somente com água destilada. As sementes foram mantidas em temperatura alternada de 20 °C e 30 °C, com fotoperíodo de 16 horas luz, durante 12 dias. Todos os genótipos inibiram a germinação da espécie daninha em intensidades distintas, exceto o genótipo AB092014 que não diferiu da testemunha. 39% dos genótipos provocaram maiores reduções na germinação da espécie daninha. Em média, a redução desses genótipos foi de 81%, variando de 70% (AB102043 e AB102044) a 97% (AB102012). Concluiu-se que a intensidade do efeito alelopático varia de acordo com os genótipos de arroz utilizados. E que a utilização de genótipos específicos de arroz, pode representar uma estratégia adicional e sustentável de controle de plantas invasoras.
Thesagro: Oryza Sativa.
Year: 2016-01-26
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAF-RO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VEIPERp.74.pdf76,61 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace