Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1035921
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: MENEZES, A. R. de
FONTANA, A.
COELHO, M. R.
Additional Information: ANDRESSA ROSAS DE MENEZES, UFF; ADEMIR FONTANA, CNPS; MAURICIO RIZZATO COELHO, CNPS.
Title: Mapeamento dos Espodossolos e sua ocorrência no território brasileiro.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 35., 2015, Natal. O solo e suas múltiplas funções: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2015.
Language: pt_BR
Keywords: Mapa de solos
Sistema de informações geográficas
Ambiente de formação
Description: O mapa de solos do Brasil atualizado pela Embrapa em 2011 prevê a ocorrência das 13 classes de solos de ocorrência de todo território brasileiro e definidas pelo Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Porém há a carência de uma base de dados levantados em campo com as devidas localizações, para aprimoramento do mapeamento de solos no Brasil. Este trabalho tem por objetivo relatar os ambientes e as regiões de maior ocorrência de Espodossolos em território nacional. Foi realizado o mapeamento de 189 perfis presentes em um banco de dados e foram utilizadas informações referentes à localização, coordenadas geográficas e a fatores ambientais do meio (vegetação, clima e relevo) para análise da ocorrência desses solos no território nacional. A maior ocorrência dos Espodossolos está associada aos ambientes de restinga, muçununga e campinarana. No Brasil, maior concentração de perfis de Espodossolos foi evidenciada na região costeira do Brasil e na região Amazônica. Os estados brasileiros que apresentaram maior ocorrência desses solos foram São Paulo, Amazonas, Rio de Janeiro e Bahia, o que não significa a maior ocorrência desses solos. Informações referentes às altitudes em que se encontravam os perfis também foram analisadas estatisticamente. As altitudes de maior ocorrência dos Espodossolos foram inferiores a 100 m. Há a necessidade de realizações de mapeamentos de informações de levantamentos pedológicos a fim de gerar maior base para estudos na área de ciência dos solos.
Data Created: 2016-02-02
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015163.pdf320,57 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace