Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1036788
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Meio Ambiente - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: PORTE, A.
TORQUILHO, H de S.
PENTEADO, A. L.
SOARES, N. B.
PORTE, L. H. M.
SOUZA, M. de
ALMEIDA, M. F. de
Additional Information: A. PORTE, UNIRIO; H de S. TORQUILHO, CEFET/UFRJ; ANA LUCIA PENTEADO, CNPMA; N. B. SOARES, PPGAN/UNIRIO; L. H. M. PORTE, UFRRJ; M. de SOUZA, IB/UFRRJ; M. F. de ALMEIDA, PPGAN/UNIRIO.
Title: Composição química e atividade antimicrobiana de óleo essencial de Callistemon lanceolatus (Sm.) sweet.
Publisher: In: SIMPÓSIO DE ALIMENTOS E NUTRIÇÃO, 2., 2015, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos... Rio de Janeiro: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2015. Ref. BT 009.
Language: pt_BR
Keywords: Escova-de-garrafa
1 8 cineol.
Description: C. lanceolatus é um arbusto da família Mirtaceae conhecido por ?escova-de-garrafa? devido à forma de suas inflorescências. Nativo da Austrália, também é conhecido como C. citrinus e suas folhas apresentam agradável aroma. É usado como planta ornamental e suas folhas apesentam efeito hepatoprotetor, hipoglicêmico e hipolipidêmico. Este trabalho objetivou determinar a composição química e a atividade antimicrobiana do óleo essencial das folhas de C. lanceolatus. A planta está localizada na cidade do Rio de Janeiro (22o50?40,57744?S, 43o18?55,8642?O) e uma exsicata foi depositada no herbário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (RBR 35922). As folhas foram coletadas em maio de 2013. O óleo essencial foi extraído por hidrodestilação por 45 min., seco com Na2SO4 e armazenado a ? 18 oC até o momento das análises. A composição foi determinada por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas, em modelo GC-2010Plus/GCMS-QP2010 da Shimadzu (Japão). Dados da corrida: gás de arraste: He. Fase estacionária: 5% difenil 95% polisiloxano. Temperatura do injetor: 280 oC. Programação: 60 oC - 260 oC a 2 oC.min.-1 Mantido a 260 oC.15 min.-1 Voltagem de ionização: 70 eV. Fragmentos: 40 a 350 m/z. Temperaturas da fonte de íons e da interface: 300 oC. Volume de injeção: 0,1 ?L, split 1:100. Identificação: comparação com dados da biblioteca NIST 11 com correlação positiva ? 90% e presença nas 3 repetições. Determinação da atividade antimicrobiana realizada pela técnica de difusão em ágar e os microrganismos estudados foram Lysteria monocytogenes (ATCC 13076), Staphylococcus aureus (ATCC 14458), Bacillus cereus (ATCC 33019), Salmonella enteritidis (ATCC 13076), Salmonella brasil e Escherichia coli (ATCC 10799), da coleção de culturas do laboratório de microbiologia de alimentos da Embrapa Agroindústria de Alimentos. Culturas mantidas em ágar triptona soja (TSA), exceto L. monocytogenes, mantida em ágar extrato de levedura triptona de soja (TSA-YE). A extração apresentou um rendimento de 0,7%. Foram identificadas e quantificadas 22 substâncias, perfazendo um total de 90,31% da composição do óleo. As 4 substâncias majoritárias representaram 62,4% do óleo. Foram elas: 1,8-cineol (39,05% ± 2,687), ?-terpineol (13,36% ± 1,718), ?-pineno (5,52% ± 0,205) e L-E-pinocarveol (4,53% ± 0,707). O óleo não mostrou atividade antimicrobiana sobre os microrganismos estudados.
NAL Thesaurus: Callistemon citrinus
Data Created: 2016-02-12
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015RA084.pdf911,82 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace