Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1047887
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSANTOS, L. S. dospt_BR
dc.contributor.authorGUTIERREZ, C. B. B.pt_BR
dc.contributor.authorPONTES, A. N.pt_BR
dc.contributor.authorSOUZA, A. A. de A.pt_BR
dc.contributor.authorMARTORAN, L. G.pt_BR
dc.contributor.authorSILVA JUNIOR, O. M.pt_BR
dc.contributor.otherLEONARDO SOUSA DOS SANTOS, UEPA; CARLOS BENEDITO BARREIROS GUTIERREZ, UEPA; ALTEM NASCIMENTO PONTES, UEPA; ALERSSON ANTÔNIO DE ALMEIDA SOUZA, UFRJ; LUCIETA GUERREIRO MARTORANO, CPATU; ORLENO M. SILVA JUNIOR, UEPA.pt_BR
dc.date.accessioned2016-06-27T11:11:11Zpt_BR
dc.date.available2016-06-27T11:11:11Zpt_BR
dc.date.created2016-06-27pt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.other52365pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1047887pt_BR
dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi avaliar variáveis físicas das bacias do rio Murucutu e rio Aurá (BHMA) usando geotecnologias para subsidiar o uso e a conservação desses recursos hídricos. Foi utilizada imagem do ?Shuttle Radar Topography Mission? (SRTM) na modelagem e identificação de características físicas, bem como o uso de sistema geográfico de informação (SIG), técnicas de geoprocessamento, quantificação de áreas das bacias, redes de drenagens, hierarquias fluviais, área de influência de nascentes. As análises dos dados foram realizadas na ferramenta Q.Gis 2.8, versão ?Wien?, integradas ao programa ?Terrain Analysis Using Digital Elevation Models? (TauDEM). Os resultados evidenciaram que as bacias do rio Murucutu e do rio Aurá possuem 37% de área antropizadas. A bacia do rio Aurá possui maior cobertura florestal do que a bacia do rio Murucutu. A ordem hierárquica do rio Aurá é de 5°ordem e do Murucutu é de 4ºordem, evidenciando que o Aurá é mais extenso com maior ramificação dos canais em relação ao Murucutu. 34% das nascentes estão em áreas urbanas na bacia do rio Murucutu. Conclui-se que com a análise melhora-se o entendimento dos elementos físicos, em especial ligados à hidrografia como também, desenvolve-se um produto de importância substancial para estudos morfométricos, principalmente para subsidiar o gerenciamento e outorgas do direito de uso prioritários da água, controle de enchentes, potencial de abastecimento hídrico, vulnerabilidade ao processo erosivo, dinâmica de transporte de poluentes, principais vias de contaminação hídrica, entre outras aplicações diretas.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/144788/1/Sodebras.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherRevista SODEBRAS, v. 11, n. 124, p. 131-135, abr. 2016.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.subjectRecursos Hídricospt_BR
dc.subjectSRTMpt_BR
dc.subjectDelimitação Automática de Baciaspt_BR
dc.subjectAnálise Espacialpt_BR
dc.titleGeotecnologia aplicada na análise de bacias hidrográficas e rede de drenagem: estudo das bacias hidrográficas do Murucutu e Aurá, Belém, Pará.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2017-09-27T11:11:11Zpt_BR
dc.ainfo.id1047887pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2017-09-27 -03:00:00pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sodebras.pdf1,01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace