Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1051299
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Cocais - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Issue Date: 2016
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: SILVA, E. C. da
PRADO, T. B.
ALCÂNTARA, R. N. de
SILVA JÚNIOR, C. D. da
NOGUEIRA, L. C.
Additional Information: LUIS CARLOS NOGUEIRA, CPACP.
Title: Different levels of water deficit induces changes in growth pattern but not in chlorophyll fluorescence and water relations of Hancornia speciosa Gomes seedlings.
Publisher: Scientia Plena, v.12, n.2, 2016.
Pages: 13 p.
Language: en
Keywords: Déficit hídrico.
Description: Hancornia speciosa Gomes é uma espécie conhecida popularmente no Brasil como mangabeira, cujo fruto apresenta alto valor nutricional. O conhecimento sobre a sua fisiologia é ainda escasso, principalmente no que se refere ao desenvolvimento inicial. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos de diferentes níveis de déficit hídrico sobre o padrão de crescimento, fluorescência de clorofila e relações hídricas em mudas de mangabeira. Foi utilizado um esquema fatorial (tratamentos x época de avaliação) com quatro tratamentos hídricos com base na capacidade de campo (CC) (80%, 60%, 40% e 20%), com cinco repetições. Foram avaliados a altura das plantas, número de folhas, diâmetro do caule, produção e partição de biomassa, eficiência quântica do fotossistema II (PSII), potencial hídrico (?w), teor relativo de água (TRA) e teor de carboidratos, proteínas e prolina. O déficit hídrico severo (20% CC) levou a uma redução no crescimento e alterou o padrão de partição de biomassa nas mudas. No entanto, as relações hídricas não foram significativamente afetadas, pois as mudas mantiveram altos valores de ?w e TRA, sem acúmulos significativos nos teores de solutos orgânicos quando cultivadas com 20%CC. Além do mais, a eficiência quântica do PSII não foi afetada pelos diferentes regimes hídricos, sugerindo que não houve fotoinibição devido ao estresse hídrico. A mudança no padrão de crescimento, com um incremento no aprofundamento das raízes e redução no crescimento da parte aérea parece ser a principal estratégia das mudas de H. speciosa para a manutenção da hidratação dos tecidos durante períodos de déficit hídrico.
Thesagro: Mangaba
Biomassa
Hancornia Speciosa
Prolina.
Year: 2016-08-19
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPACP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2638114671PB.pdf472,01 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace