Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1065440
Title: Avaliação sensorial de matrinxã (Brycon amazonicus) enlatada com cobertura de óleo vegetal.
Authors: SILVA, C. D. M.
PIRES, C. R. F.
SOUSA, D. N.
CHICRALA, P. C. M. S.
SANTOS, V. R. V.
Affiliation: CAROLINE DANTAS MENDES SILVA, UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS; CAROLINE ROBERTA FREITAS PIRES, UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS; DIEGO NEVES DE SOUSA, CNPASA; PATRICIA COSTA M SOARES CHICRALA, CNPASA; VIVIANE RODRIGUES V DOS SANTOS, CNPASA.
Date Issued: 2016
Citation: Journal of Bioenergy and Food Science, Macapá, v. 3, n. 3, p. 161-169, jul./set. 2016.
Description: A indústria de conserva no Brasil apresenta problemas de abastecimento, visto que, a pesca extrativa da sardinha não atende à demanda do setor, provocando a necessidade de importar pescado de outros países. Neste contexto, surge a proposta de utilizar o matrinxã (Brycon amazonicus) como alternativa à sardinha (Sardinella brasiliensis) para enlatamento pela indústria de pescados. Neste trabalho objetivou-se avaliar a qualidade nutricional e sensorial de matrinxã enlatado em óleo vegetal. Para avaliar a aceitação foram utilizadas três amostras de pescado enlatado com cobertura de óleo vegetal, sendo: matrinxã, sardinha de água doce e sardinha de água salgada. Foi aplicado um teste de preferência e um teste de aceitação com escala hedônica de nove pontos. Não houve diferença significativa quanto à preferência entre o matrinxã e a sardinha de água doce, no entanto, o matrinxã e a sardinha de água salgada se diferenciaram significativamente, sendo que o matrinxã enlatado foi a mais preferida. Para o atributo cor, aroma e impressão global não houve diferença significativa entre os três pescados, já para o atributo sabor, o matrinxã apresentou maior média de aceitação se diferindo significativamente da sardinha de água salgada. Já na composição centesimal, o matrinxã apresentou um teor protéico de 28,67%, umidade 51,67%, lipídios 15,67% e minerais totais 2,67%. Diante disso, conclui-se que o matrinxã consiste numa boa opção para indústria de pescados enlatados, visto que, apresentou boa qualidade nutricional e uma alta aceitação quando comparada com o pescado enlatado tradicional.
Thesagro: Peixe
Qualidade
Matrinxã
Enlatado
NAL Thesaurus: Brycon amazonicus
Keywords: Pescado
Composição cedntesimal
Type of Material: Artigo de periódico
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPASA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNPASA2016ap.pdf1,05 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace