Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1066148
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRIBEIRO JÚNIOR, J. G.pt_BR
dc.contributor.authorALVES, H. B.pt_BR
dc.contributor.authorARRIEL, N. H. C.pt_BR
dc.contributor.authorCARVALHO, J. M. F. C.pt_BR
dc.contributor.otherJOSÉ GENILSON RIBEIRO JÚNIOPR, CNPA; HIRISLEIDE BEZERRA ALVES, CNPA; NAIR HELENA CASTRO ARRIEL, CNPA; JULITA MARIA FROTA CHAGAS CARVALHO, CNPA.pt_BR
dc.date.accessioned2017-03-06T23:56:30Z-
dc.date.available2017-03-06T23:56:30Z-
dc.date.created2017-03-06pt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.other28350pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1066148pt_BR
dc.descriptionCártamo (Carthamus tinctorius L.), pertencente à família Asteraceae, constitui uma cultura oleaginosa cuja matéria-prima é destinada para produção de óleo na alimentação humana e na indústria para diversos fins. Os teores de óleo dos grãos de cártamo podem chegar a 50%, e apresentam altas concentrações de ácidos linoleicos e oleicos, sendo considerados de ótima qualidade tanto para consumo humano como para produção de biodiesel. Apesar de ser uma cultura com grande potencial produtivo, o cártamo até então tem pouca expressão econômica no Brasil, em virtude da escassez de conhecimentos técnicos com relação ao seu cultivo e a falta de cultivares melhoradas e adaptadas. As sementes de cártamo são muito sensíveis a fatores ambientais onde todo excesso, de água e temperatura, provoca decréscimo na germinação, visto que impede a penetração do oxigênio e reduz todo o processo metabólico resultante. Nesse contexto, o cultivo in vitro expõe relevante aplicabilidade na regeneração de sementes, visando à propagação e expansão de culturas de cártamo. Objetivou-se por meio deste trabalho regenerar in vitro acessos de cártamo com baixa viabilidade, a partir do estabelecimento de um protocolo de regeneração intrínseco à cultura. Foram utilizados 15 acessos de cártamo, com 10 repetições por acesso, cujas sementes foram desinfestadas e, decorrido o período de 24 horas, cada semente inoculadas no tubo de ensaio em meio de cultura MS semi-sólido, sendo incubadas a 27 ± 2°C e fotoperíodo de 24h. Germinaram dois acessos correspondendo a 13,3%; destes acessos, quatorze sementes germinaram correspondendo a 70%, apresentando uma variação na germinação dos acessos mencionados, mas com tempo de germinação de seis dias em comparação ao plantio convencional que não houve nenhuma germinação dos acessos citados. Denotando a eficácia do protocolo a partir da utilização de acessos viáveis. Posteriormente, as plântulas com raízes foram transferidas para substrato turfa: vermiculita (2:1) para aclimatização, observando-se aspecto e crescimento normal.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/157099/1/Regeneracao-in-vitro-de-sementes-de-carthamus.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: ENCONTRO DE GENÉTICA DO NORDESTE, 21., 2016, Recife. Anais... Ribeirão Preto: SBG; Recife: UFPE: UFRPE: UPE, 2016. p. 135.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Algodão - Resumo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectCártamopt_BR
dc.titleRegeneração in vitro de sementes de Carthamus Tinctorius L.pt_BR
dc.typeResumo em anais de congresso (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2017-03-06T23:56:30Zpt_BR
dc.subject.thesagroAçafrãopt_BR
dc.subject.thesagroCarthamus tinctoriuspt_BR
dc.ainfo.id1066148pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2017-03-06pt_BR
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Regeneracaoinvitrodesementesdecarthamus.pdf89,39 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace