Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1074308
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorMORAES, A. J. G. de
dc.contributor.authorSILVA, E. S. A.
dc.contributor.authorALMEIDA, E. N. de
dc.date.accessioned2017-08-25T19:10:15Z-
dc.date.available2017-08-25T19:10:15Z-
dc.date.created2017-08-23
dc.date.issued2017
dc.identifier.citationIn: SIMPÓSIO SOBER NORTE, 1., 2017, Belém, PA. Anais... Belém, PA: SOBER NORTE, 2017.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1074308pt_BR
dc.descriptionO trabalho avalia a adoção do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia no estado do Pará. Foram feitos levantamentos de dados nos municípios que tiveram ações de transferência de tecnologia por parte da Embrapa e de instituições parceiras, assim como visitas in loco nas áreas de cultivo de pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia. Os resultados demonstram que a adoção da tecnologia é muito baixa comparativamente ao total de área cultivada de pimenta-do-reino no estado do Pará, alcançando apenas 1%. Isso porque há um conjunto de fatores condicionante ou entraves que dificultam a expansão da adoção do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia. Uma das vantagens da tecnologia é o seu custo de implantação, quando comparado com o cultivo com o tutor morto (madeira).
dc.languagept_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectPimenta-do-reino
dc.subjectAdoção
dc.subjectTutor Vivo de Gliricídia.
dc.titleAvaliação da adoção do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia no estado do Pará.
dc.typeAnais e Proceedings de eventos
dc.date.updated2017-11-08T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroTecnologia.pt_BR
dc.contributor.institutionALDECY JOSE GARCIA DE MORAES, CPATU; ENILSON SOLANO ALBUQUERQUE SILVA, CPATU; EVERALDO NASCIMENTO DE ALMEIDA, CPATU.
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SoberNorte201710.pdf318,16 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace