Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1076292
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorPIRES, H. C. G.
dc.contributor.authorLAMEIRA, O. A.
dc.contributor.authorISHIDA, A. K. N.
dc.contributor.authorCARVALHO, A. N. C. de
dc.contributor.otherHelaine Cristine Gonçalves Pires, DOUTORANDA; OSMAR ALVES LAMEIRA, CPATU; ALESSANDRA KEIKO NAKASONE ISHIDA, CPATU; Antônio Naldiran Carvalho de Carvalho, GRADUANDO UFRA.
dc.date.accessioned2017-09-27T10:33:19Z-
dc.date.available2017-09-27T10:33:19Z-
dc.date.created2017-09-26
dc.date.issued2017
dc.identifier.other54126
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1076292-
dc.descriptionAs plantas medicinais possuem substâncias denominadas de metabólitos secundários que se encontram em interações entre espécie vegetal e o patógeno. O presente trabalho objetivou-se avaliar a ação de diferentes concentrações da óleoresina de copaíba sobre o crescimento micelial in vitro de fitopatógenos. O experimento foi conduzido no Laboratório de Fitopatologia da Embrapa Amazônia Oriental. Foram utilizados os fungos Fusarium oxysporum f. sp. passiflorae, Fusarium solani e Rhizoctonia solani. A óleoresina foi incorporada ao meio de cultura batata dextrose ágar (BDA), nas concentrações de 0, 1, 2 e 3% (v/v). Depositou-se um disco de micélio de 8 mm de diâmetro de micélio fúngico no centro de placas de Petri contendo o meio com o óleo. A determinação do crescimento micelial foi realizada diariamente com auxílio de um paquímetro, até que o patógeno em um dos tratamentos atingisse uma das extremidades da placa. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 x 4 (3 isolados fúngicos x 4 concentrações), totalizando 12 tratamentos com 5 repetições. Os resultados mostraram que à medida que se aumentava a concentração da óleoresina ocorria a redução do crescimento micelial, demonstrando com isso a eficiência das concentrações da óleoresina na inibição do crescimento micelial in vitro dos fitopatógenos quando comparada com a ausência do referido óleo.
dc.description.uribitstream/item/164334/1/Anais-Pibic-2017-On-line-30.pdfpt_BR
dc.languagept_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 21., 2017, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2017.
dc.relation.ispartofEmbrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
dc.subjectCopaifera reticulata
dc.subjectÓleoresina
dc.subjectFungos.
dc.titleAção da óleoresina de copaíba na inibição do crescimento micelial in vitro de fitopatógenos.
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)
dc.date.updated2017-09-28T11:11:11Zpt_BR
dc.subject.thesagroCopaíba.pt_BR
dc.ainfo.id1076292
dc.ainfo.lastupdate2017-09-28 -03:00:00
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaisPibic2017Online30.pdf380,71 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace