Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1079863
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2017
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: WENDLING, I.
STUEPP, C. A.
SANTIN, D.
ZUFFELLATO-RIBAS, K. C.
Additional Information: IVAR WENDLING, CNPF; Carlos André Stuepp, UFPR; Delmar Santin, Cambona Consultoria e Treinamento Agroindustrial Ltda; Katia Christiana Zuffellato-Ribas, UFPR.
Title: Clonal forestry of Araucaria angustifolia: plants produced by grafting and cuttings can be used for wood production.
Publisher: Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 41, n. 1, e410117, 2017.
Language: en
Keywords: Enxertia
Estaquia
Incremento volumétrico
Volumetric increase
Description: Araucaria angustifolia (pinheiro-brasileiro ou araucária) é uma espécie nativa potencial para a silvicultura brasileira. No entanto, uma série de desafios e limitações técnicas ainda persistem, dificultando sua expansão como espécie para plantios florestais, dentre os quais se destaca a falta de avaliação de tecnologias de clonagem de materiais genéticos em condições de campo. O presente estudo objetivou avaliar a potencialidade da utilização de mudas de araucária produzidas por estaquia e enxertia para produção madeireira em comparação às produzidas por sementes, por meio da avaliação do vigor vegetativo a campo e assim estabelecer um fator de forma para plantios com idade equivalente. Mudas provenientes de estaquia e de sementes foram plantadas a campo em espaçamento 3 x 3 m, sendo parte das últimas destinadas a servirem de porta-enxertos para enxertia. O experimento foi conduzido num delineamento inteiramente casualizado, com três tratamentos e parcelas de uma planta (one tree plot). Plantas provenientes de estaquia apresentaram maior crescimento em diâmetro a altura do peito (7,4 cm) e altura total (4,2 m) aos 74 meses após o plantio, seguidas das mudas de enxertia e sementes, com resultados similares. Conclui-se que a estaquia e a enxertia são técnicas potenciais para a produção de mudas de araucária para fins madeireiros, sendo, de modo especial, a enxertia recomendada pela facilidade de execução, além do fato de poder ser utilizada para formação de pomares para produção de sementes e apresentar incremento volumétrico e fator de forma similar a mudas produzidas por sementes.
Thesagro: Araucaria angustifolia
Pinheiro do Paraná
Espécie nativa
Propagação vegetativa
Madeira
Crescimento
NAL Thesaurus: Vegetative propagation
Growth habit
Grafting (plants)
Plant cuttings
Data Created: 2017-11-16
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017IvarRAClonal.pdf950,12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace