Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1082383
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCAMPELO, R. D.
dc.contributor.authorCARDOSO, P. N.
dc.contributor.authorSANTOS, R. R. S. dos
dc.contributor.authorLOPES, R.
dc.contributor.authorPINA, A. J. de A.
dc.contributor.authorGOMES JUNIOR, R. A.
dc.contributor.otherRaqueline Dias Campelo, GRADUANDA UFRA; Priscyla Neves Cardoso, GRADUANDA UFRA; Raíssa Rafaella Silva dos Santos, MESTRANDA UFV; RICARDO LOPES, CPAA; Antônio José de Abreu Pina, Marborges Agroindústria; RUI ALBERTO GOMES JUNIOR, CPATU.
dc.date.accessioned2017-12-13T23:21:52Z-
dc.date.available2017-12-13T23:21:52Z-
dc.date.created2017-12-13
dc.date.issued2017
dc.identifier.other36585
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1082383-
dc.descriptionA maior limitação fitossanitária da cultura da palma de óleo no Brasil é o amarelecimento fatal, sendo necessário o plantio de materiais genéticos resistentes em área de ocorrência desta doença, que atualmente são restritos a cultivares de híbridos interespecíficos entre caiaué e dendê (HIE OxG). O objetivo do estudo foi avaliar o desenvolvimento vegetativo das plantas no período juvenil de uma população de HIE OxG, em área de ocorrência de Amarelecimento Fatal. O estudo foi realizado em experimento implantado em 26 de fevereiro de 2010, com trinta e quatro progênies HIE OxG, com 1.503 plantas úteis, em uma área de 10,51 hectares. A Altura da Estipe (AE) apresentou um crescimento de 15,19cm.ano-1. O diâmetro do coleto variou de 15,57 a 72,29 cm nos períodos avaliados. O comprimento da ráquis teve aumento linear conforme a idade, de 94,74 e 369,85cm, aos 8 e 44 meses de idade, respectivamente. A secção do pecíolo aumentou ao longo do tempo, passando de 1,72 a 12,70cm2, aos 8 e 44 meses de idade, respectivamente. O número de folíolos (NFL) apresentou média de 53,38, 61,53, 103,20, 163,96 e 206,25cm aos 8, 12, 19, 31 e 44 meses, respectivamente, no período avaliado. A emissão foliar apresentou média de 2,43 e 1,97 folhas.mês-1. A largura do Folíolo variou 3,68 e 5,60cm durante a primeira e a ultima avaliação. A largura do folíolo apresentou variou de 43,87 e 85,20cm. O híbrido interespecífico HIE OxG apresentou bom desempenho no crescimento de acordo com suas características vegetativas
dc.description.uribitstream/item/168862/1/409.pdfpt_BR
dc.languagept_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherIn: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRONOMIA, 30., 2017, Fortaleza. Segurança hídrica: um desafio para os engenheiros agrônomos do Brasil: [anais]. Fortaleza: AEAC: CONFAEAB, 2017.
dc.relation.ispartofEmbrapa Amazônia Ocidental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
dc.subjectPalma de óleo
dc.titleDesenvolvimento vegetativo de HIE OxG entre o caiaué e o dendezeiro na fase juvenil.
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)
dc.date.updated2017-12-13T23:21:52Zpt_BR
dc.subject.thesagroDendê
dc.subject.thesagroPlanta oleaginosa
dc.subject.thesagroElaeis guineensis
dc.subject.thesagroElaeis oleifera
dc.ainfo.id1082383
dc.ainfo.lastupdate2017-12-13
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPAA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
409.pdf356,26 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace