Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1082984
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Algodão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2017
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: MANIÇOBA, R. M.
SOBRINHO, J. E.
GUIMARÃES, I. T.
CAVALCANTE JÚNIOR, E. G.
SILVA, T. T. F. da
ZONTA, J. H.
Additional Information: RUDAH MARQUES MANIÇOBA, UFERSA; JOSÉ ESPÍNDOLA SOBRINHO, UFRSA; ÍTALA TAVARES GUIMARÃES, UFRSA - GRADUANDA; EDMILSON GOMES CAVALCANTE JÚNIOR, UFRSA - GRADUANDO; TECLA TICIANE FÉLIX da SILVA, UFRSA - GRADUANDA; JOAO HENRIQUE ZONTA, CNPA.
Title: Índice de anomalias de chuva para diferentes mesorregiões do Estado do Rio Grande do Norte.
Publisher: Revista Brasileira de Geografia Física, v.10, n.04, p. 1110-1119, 2017.
Language: pt_BR
Description: Uma das formas de se estudar a precipitação pluvial de determinada região é através de Índices de Anomalia de Chuva (IAC). Nesse contexto, o presente trabalho teve como objetivo analisar o IAC em seis municípios de diferentes mesorregiões do Estado do Rio Grande do Norte, evidenciando os anos de seca e chuva. Mossoró, Apodi, Cruzeta, Santa Cruz, Natal e Ceará Mirim foram os municípios selecionados. Os dados de precipitação pluvial das séries históricas foram obtidos na Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), e os cálculos do IAC foram realizados com base na normal climatológica e médias dos 10 anos de máximas e mínimas precipitações. A classificação de anos secos e chuvosos foi feita de acordo com as classes de intensidade do IAC. Dentre os municípios analisados, Natal foi o mais chuvoso, reflexo da precipitação média anual (1656,3 mm), com o IAC variando entre -4,47 e 6,78. Cruzeta apresentou 29 anos com desvios negativos e 25 anos com desvios positivos. Mossoró foi a única cidade a apresentar 2 anos extremamente secos, e teve o IAC variando entre -4,12 e 6,78. Diferentemente de Mossoró, Ceará Mirim teve dois anos extremamente chuvosos, e o IAC variou entre -4,43 e 5,07. Apodi foi a cidades que mais apresentou eventos secos, e a cidade de Santa Cruz foi a única que não apresentou nenhum ano extremamente seco. Concluiu-se que a utilização do IAC garante resultados mais precisos referentes ao grau de variação da chuva em torno da normal climatológica.
Thesagro: Chuva
Precipitação pluvial
Climatologia
Data Created: 2017-12-20
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Indicedeanomaliasdechuva....pdf720,01 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace