Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1088032
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Issue Date: 2018
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: GOMES, D.
GUIMARÃES, J.
PORRO, R.
Additional Information: Dawanne Gomes, GRADUANDO UFRA; Jamilly Guimarães, GRADUANDA UFRA; ROBERTO PORRO, CPATU.
Title: Acesso à ATER e os principais problemas técnicos enfrentados pela agricultura familiar no Nordeste paraense.
Publisher: In: CONGRESSO INTERNACIONAL DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS, 2., 2017. Anais... [S.l.: s.n.], 2018.
Language: pt_BR
Notes: COINTER - PDVAgro.
Keywords: Pará.
Description: O presente trabalho analisou o acesso à assistência técnica, o órgão que presta o serviço, avaliação desta assistência, e os principais problemas técnico-produtivos enfrentados por produtores quilombolas, assentados e pequenos proprietários no Nordeste Paraense. A pesquisa foi realizada a partir da aplicação de questionários, no inicio de 2015, totalizando 345 entrevistados, de acordo com três categorias fundiárias: assentados, quilombolas, e produtores em pequenas propriedades particulares, e em quatro Regiões de Integração (RI) do Nordeste Paraense: Caetés, Capim, Guamá e Tocantins. Os dados coletados foram inseridos, em plataforma SQL, exportados para planilhas Excel, e analisados no programa estatístico Stata. Identificou-se insuficiente oferta de assistência técnica e extensão rural ao agricultor familiar, pois menos de um terço dos agricultores indicaram ter acesso a estes serviços. Dentre as categorias fundiárias e regiões de integração, proporcionalmente o acesso foi mais frequente entre produtores assentados (41,3%) e na Região Capim (42,5%). Na avaliação da assistência técnica recebida, constatou-se que produtores da categoria assentados e RI Tocantins indicaram maior satisfação. Notou-se que dois terços dos entrevistados enfrentam problemas técnicos, sendo que a frequência relativa é maior entre pequenos proprietários. O principal problema enfrentado é a falta de mecanização, seguido da podridão da raiz de mandioca e baixa fertilidade do solo. Dentre as Regiões de Integração, maior frequência de problemas técnicos ocorreu na RI Guamá. Evidenciou-se a escassez de políticas públicas para a agricultura familiar no Nordeste Paraense, e a demanda por uma assistência técnica eficaz e por maior acesso ao crédito rural. A presença de extensionistas apoiaria decisivamente o produtor a solucionar ao menos parte dos problemas citados pelos agricultores
Thesagro: Agricultura Familiar
Assistência Técnica.
Year: 2018-02-22
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATU)


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace