Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1090399
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2017
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: MARSARO, C. B.
NAKAJIMA, N. Y.
MACHADO, S. do A.
MELO, L. O.
RUSCHEL, A. R.
CASTRO, L. C. de
DOMINGUES, L.
SILVA, S. A.
Additional Information: Cristiane Boscaro Marsaro, UFPR; Nelson Yoshihiro Nakajima, UFPR; Sebastião do Amaral Machado, UFPR; Lia Oliveira Melo, UFOPA; ADEMIR ROBERTO RUSCHEL, CPATU; Luana Casusa de Castro, UFPR; Leticia Domingues, UFPR; Samuel Alves Silva, UFPR.
Title: Eficiência relativa de duas configurações de parcelas de área fixa para inventário do potencial madeireiro na Amazônia Oriental.
Publisher: Nativa, Sinop, v. 5, n. esp., p. 574-580, dez. 2017.
Language: pt_BR
Keywords: Método de amostragem
Forma de parcelas
Floresta Nacional do Tapajós
Description: O objetivo desta pesquisa foi comparar a eficiência relativa quanto a estimativa das variáveis diâmetro médio a 1,30 m do solo ( ), número de árvores, área basal e volume com casca por hectare, de duas configurações do método de amostragem de área fixa em parcelas de 2000 m². A primeira com dimensões de 20m x 100m não estratificada e outra com dimensões de 10m x 200m estratificada. Ambas instaladas em uma área de Floresta Ombrófila Densa de Terra Firme não explorada localizada na Floresta Nacional de Tapajós, estado do Pará. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições para comparação das configurações de parcela. Foram sorteadas quatro unidades amostrais nas quais foram medidos os DAPs de todos os indivíduos acima de 10 cm, bem como cronometrado o tempo desde a alocação das parcelas até o fim das mensurações. Os resultados obtidos com base na eficiência relativa mostraram que o melhor método para estimativa das variáveis estudadas foi o da parcela sem estratificação. Entretanto, não houve diferença estatística significativa entre as estimativas das duas configurações, assim, devido ao menor tempo consumido na medição e alocação das parcelas, pode-se concluir que a configuração com estratificação apresentou o melhor custo-benefício.
Thesagro: Floresta
Inventário florestal
Data Created: 2018-04-10
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
5230198881PB.pdf782,3 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace