Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1090404
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2018
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: LORENCETTI, G. A. T.
POTRICH, M.
MAZARO, S. M.
LOZANO, E. R.
BARBOSA, L. R.
MENEZES, M. J. S.
GONÇALVES, T. E.
Additional Information: Grasielle Adriane Toscan Lorencetti, UTFPR; Michele Potrich, UTFPR; Sergio Miguel Mazaro, UTFPR; Everton Ricardi Lozano, UTFPR; LEONARDO RODRIGUES BARBOSA, CNPF; Marta Juliana Schmatz Menezes, Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Thiago Evandro Gonçalves, UTFPR.
Title: Eficiência de Beauveria bassiana Vuill. e Isaria sp. para o controle de Thaumastocoris peregrinus Carpintero & Dellapé (Hemiptera: Thaumastocoridae).
Publisher: Ciência Florestal, Santa Maria, v. 28, n. 1, p. 403-411, jan./mar. 2018.
Language: pt_BR
Keywords: Thaumastocoris peregrinus
Percevejo bronzeado
Fungo entomopatogênico
Bronze bug
Description: A busca por informações para o controle de Thaumastocoris peregrinus (Hemiptera: Thaumastocoridae) em Eucalyptus concentra-se no uso de técnicas de controle biológico, entre elas, o uso de fungos entomopatogênicos. Assim, o objetivo deste trabalho, foi avaliar a patogenicidade de isolados de Beauveria bassiana e Isaria sp. sobre Thaumastocoris peregrinus em condições de laboratório. Para isto, foram testados quatro isolados de Beauveria bassiana e um isolado de Isaria sp. na concentração de 1,0 × 108 conídios.mL-1. A solução foi aplicada sobre folhas de Eucalyptus camaldulensis, fornecidas como substrato de alimentação aos insetos, e mantidas em frascos de vidro vedados com filme plástico em câmara climatizada (26 ± 2°C, 14 h de fotofase e U.R. de 70 ± 10%). Foram realizadas quatro repetições (frascos) por isolado com 13 insetos adultos por frasco. As avaliações foram realizadas até o quinto dia após a aplicação. Os insetos mortos foram colocados em câmara úmida para a confirmação da morte pelo patógeno. Todos os isolados foram patogênicos a Thaumastocoris peregrinus. A mortalidade confirmada variou entre 37% e 80,1% para Beauveria bassiana, e foi de 87% para Isaria sp. após 10 dias da aplicação. O maior percentual médio de mortalidade diária (39,9%) ocorreu no quarto dia após o contato do inseto com o substrato pulverizado. Os isolados de Beauveria bassiana e de Isaria sp. avaliados apresentam potencial para o controle de Thaumastocoris peregrinus em laboratório.
Thesagro: Eucalipto
Controle biológico
Fungo para controle biológico
NAL Thesaurus: Eucalyptus
Biological control
Entomopathogenic fungi
Data Created: 2018-04-10
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018LeonardoCFEficiencia.pdf351,83 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace