Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1090458
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Territorial - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: RONQUIM, C. C.
BRAGANTINI, C.
GARCON, E. A. M.
PINTO, D. M.
FIORINI, F. B.
Additional Information: CARLOS CESAR RONQUIM, CNPM; CLAUDIO BRAGANTINI, CNPM; EDLENE APARECIDA MONTEIRO GARCON, CNPM; DANIELA MACIEL PINTO, CNPM; FLAVIA BUSSAGLIA FIORINI, CNPTIA.
Title: Áreas propícias para a expansão da cafeicultura na Mogiana paulista.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISAS CAFEEIRAS, 42., 2016, Serra Negra, SP. Produzir mais café, com economia, só com boa tecnologia: trabalhos apresentados. Varginha: Fundação Procafé, 2016.
Pages: p. 385.
Language: pt_BR
Keywords: Uso e cobertura da terra
Mapeamento
Description: O objetivo deste estudo foi mapear áreas de pastagem com altitudes superiores a 800 metros e com declividade inferior a 20% da Mogiana paulista. A altitude, a partir de 800 metros e a presença de terrenos com declividade inferiores a 20% são ideais para a produção de grãos de qualidade e mecanização da cultura respectivamente. Foram selecionados 32 municípios que apresentam mais de mil ha de pastagens com condições ideais para possível expansão da produção cafeeira de qualidade. Para classificação do uso e cobertura da terra, nos 32 municípios da Mogiana paulista em 2015, foi utilizado o arquivo de imagens Google EarthTM em ambiente SIG com o método de mapeamento por interpretação visual em tela de imagens de alta resolução espacial, e posteriormente comparadas com dados históricos de 1988. Nos 32 municípios selecionados produtores e café da Mogiana paulista observou-se a concentração da cafeicultura com produção em torno de 116 mil ha. Cerca de 90% das áreas de café desses municípios se encontram plantados em uma altitude superior a 800 metros. O café ainda pode avançar em grande parte das áreas dos 32 municípios da Mogiana paulista, pois as pastagens que são a forma de ocupação que mais cede área, ainda representam cerca de 210 mil ha. Da área total das pastagens, 166,8 mil ha estão em altitudes superiores a 800 metros e em declividade inferior a 20%. A cafeicultura desses municípios tem possibilidade de se expandirem por uma e área que é superior à área de café plantada atualmente e essas possíveis áreas de expansão se adequam tanto a condições ideais de produção de grãos de qualidade, quanto da mecanização da colheita de café.
Data Created: 2018-04-11
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
4950.pdf46,36 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace