Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1091862
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCHAGAS, J. F. R.
dc.contributor.authorSANTOS, G. R. dos
dc.contributor.authorCOSTA, R. V. da
dc.contributor.authorALVES, J. F.
dc.contributor.authorNASCIMENTO, I. R. do
dc.contributor.otherJAÍZA FRANCISCA RIBEIRO CHAGAS, Universidade Federal do Tocantins; GIL RODRIGUES DOS SANTOS, Universidade Federal do Tocantins; RODRIGO VERAS DA COSTA, CNPMS; JOHNATHAN FONTES ALVES, Universidade Federal do Tocantins; ILDON RODRIGUES DO NASCIMENTO, Universidade Federal do Tocantins.
dc.date.accessioned2018-05-24T00:50:20Z-
dc.date.available2018-05-24T00:50:20Z-
dc.date.created2018-05-23
dc.date.issued2018
dc.identifier.other28249
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1091862-
dc.descriptionO nitrogênio participa de muitos processos metabólicos relacionados aos mecanismos de defesa das plantas, podendo além de beneficiar diretamente a produtividade, auxiliar na tolerância a doenças. Objetivou-se avaliar o efeito da adubação nitrogenada de cobertura na severidade de doenças foliares, na produtividade e nas respostas bioquímicas em híbridos de milho. Dois experimentos foram conduzidos em campo, com delineamento experimental de blocos casualizados, com tratamentos dispostos em arranjo de parcelas subdivididas, com três repetições. As parcelas foram constituídas pelos híbridos e as subparcelas, pelas doses de nitrogênio. Determinou-se a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD), a massa de mil grãos (g), a produtividade em kg ha-1, os teores das enzimas superóxido dismutase (SOD) e catalase (CAT), o aminoácido prolina e os aminoácidos solúveis totais. A maioria dos híbridos avaliados apresentaram resposta a mancha-de-bipolaris e a antracnose-foliar mais severa nas menores doses de nitrogênio testadas (36 e 40 kg ha-1). A ferrugem-polissora foi mais severa em condições de alto nitrogênio para os híbridos ATTACK, TRAKTOR, BM 2202 e 30F53YH. A massa de mil grãos não foi influenciada pelas diferenças nas doses. A produtividade dos híbridos 2B710 e 3H842 foi maior na dose de 180 kg ha-1. A catalase e a prolina alcançaram maior e menor atividade, respectivamente, onde ocorreu maior severidade da mancha-de-bipolaris nos híbridos 2B710 e AG7088PROX. Os aminoácidos foram encontrados em maiores quantidades nas doses altas de nitrogênio.
dc.description.uribitstream/item/177528/1/Adubacao-nitrogenada-2.pdfpt_BR
dc.languagept_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherRevista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 17, n. 1, p. 1-14, 2018.
dc.relation.ispartofEmbrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
dc.subjectMecanismo de defesa
dc.titleAdubação nitrogenada na severidade de doenças foliares, produtividade e respostas bioquímicas em híbridos de milho.
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)
dc.date.updated2018-05-24T00:50:20Zpt_BR
dc.subject.thesagroZea Mays
dc.subject.thesagroNutrição
dc.subject.thesagroNitrogênio
dc.subject.thesagroPatógeno
dc.ainfo.id1091862
dc.ainfo.lastupdate2018-05-23
dc.identifier.doi10.18512/1980-6477/rbms.v17n1p1-14
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adubacaonitrogenada2.pdf626.31 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace