Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1098249
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Rondônia - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2018
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: OLIVEIRA, A. M. de
Additional Information: AUDENICE MIRANDA DE OLIVEIRA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA.
Title: Qualidade microbiológica do leite cru em tanques de resfriamento coletivos e em sistemas de produção de leite prevalentes em Rondônia.
Publisher: Rolim de Moura, RO 2018.
Pages: 67p.
Language: pt_BR
Notes: Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Fundação Universidade Federal de Rondônia, Rolim de Moura, RO. Orientador: Dra. Juliana Alves Dias.
Keywords: Bactérias deteriorante
Tanque de resfriamento coletivos
Pontos de contaminação
Description: A qualidade microbiológica do leite resulta entre outros fatores, das condições de manejo da ordenha e de estocagem e armazenamento da matéria-prima. Considerando a importância da cadeia produtiva do leite para o Estado de Rondônia, a baixa qualidade microbiológica observada nos estudos previamente realizados e a diversidade de microorganismos deletérios ao leite, este estudo teve o objetivo de quantificar os micro-organismos deteriorantes em pontos de contaminação durante a ordenha de quatro propriedades que representam as características de manejo e instalações predominantes no estado e avaliar a qualidade microbiológica do leite armazenado em tanques de resfriamento coletivos. Para isso foram avaliados 17 pontos de contaminação em cada propriedade e 23 tanques de resfriamento coletivos. Para a pesquisa dos micro-organismos, procedeu-se a diluição decimal seriada da amostra. Para a contagem dos micro-organismos utilizou-se semeadura em duplicata de 1 mL em placas de Petrifilm® AC aeróbios mesófilos e Petrifilm® EC coliformes totais de acordo com o fabricante. Para a contagem de psicrotróficos e termodúricos psicotróficos, as amostras foram semeadas em duplicata pelo método de semeadura em superfície, em ágar padrão leite a 10%. Três propriedades adotavam a ordenha manual e uma ordenha mecânica balde ao pé. A média da contagem em baldes/latões e tetos foi de 2,4x108 UFC/cm2 , 1,3x107 UFC/cm2 e 2,7x104 UFC/cm2 , 8,2x102 UFC/cm2 para aeróbios mesófilos e coliformes totais respectivamente. Dos 23 tanques avaliados, 65,2% apresentaram CTB acima de 300.000 UFC/mL. Nos tanques coletivos, a mediana da contagem de mesófilos, psicrotróficos, psicrotróficos proteolíticos, coliformes, termodúricos mesófilos e psicrotróficos foram respectivamente 2,8x105 UFC/mL, 6,8x105 UFC/mL, 4,6x105 UFC/mL, 2,0x104 UFC/mL, 1,5x103 UFC/mL, 1,3x103 UFC/mL. Observou-se altas contagens de micro-organismos deteriorantes em tanques coletivos, e que os utensílios (baldes/latões) e tetos dos animais foram os pontos críticos de contaminação de micro-organismos aeróbios mesófilos e coliformes durante a ordenha. Os resultados demonstram a importância da adoção de boas práticas de ordenha e do resfriamento adequado leite, e que a lavagem adequada de baldes e latões e a desinfecção dos tetos antes da ordenha devem ser priorizadas a fim de reduzir/eliminar a contaminação microbiológica e melhorar a qualidade e seguridade da matéria-prima.
Thesagro: Produção Leiteira
Data Created: 2018-10-25
Appears in Collections:Tese/dissertação (CPAF-RO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DissertacaoPGCAAudeniceMirandadeOliveiraPDF.pdf1,36 MBAdobe PDFView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace