Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1102184
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agroindústria Tropical - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2018
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: SILVA, D. L. V.
Additional Information: DANIEL LIMA VERDE DA SILVA, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN.
Title: Atividade inseticida dos óleos essenciais de duas espécies da caatinga sobre a mosca-branca-do-cajueiro.
Publisher: 2018
Pages: 58 p.
Language: pt_BR
Notes: Dissertação (Mestrado em Diagnóstico e Conservação Ambiental) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró. Orientador: Ramiro Gustavo Valera Camacho. Coorientador: Antonio Lindemberg Martins Mesquita.
Keywords: Lippia gracilis
Croton blanchetianus
Description: A mosca branca do cajueiro, Aleurodicus cocois (Curtis, 1946) (Hemiptera: Aleyrodidae), é uma praga polífaga e responsável por causar grandes prejuízos em diversas culturas de importância econômica, no Brasil e mundo. Seu controle tem sido realizado principalmente com inseticidas químicos sintéticos recomendados para outras culturas e pragas, uma vez que não existe registro de inseticidas para A. cocois. Os óleos essenciais têm sido apresentados como uma alternativa a este método de controle. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi determinar o efeito dos óleos essenciais de Lippia gracilis e Croton blanchetianus sobre A. cocois. As atividades tóxicas foram determinadas e comparadas àquelas demonstradas pelo inseticida sintético com ingrediente ativo deltametrina (DECIS ® 25 EC). A constituição química dos óleos foi feita através da cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas. A toxicidade foi avaliada via pulverização na fase de ovo e de ninfas em terceiro ínstar. O rendimento dos óleos variou de 0,7% para a espécie C. blanchetianus e 3,02% para L. gracilis. O constituinte Carvacrol (56,52%) e Espatulenol (20,78%) apresentaram-se como majoritários sobre os óleos de L. gracilis e C. blanchetianus, respectivamente. Com relação à atividade tóxica residual, o inseticida sintético apresentou uma maior toxicidade comparada aos óleos essenciais. Quanto aos óleos, o óleo essencial das folhas de L. gracilis (CL50=2,29 mg.mL-1 ) foi o mais tóxico seguido do OE C. blanchetianus (CL50=2,88 mg.mL-1 ). Nos testes de tempo letal, a mortalidade dos tratamentos (CL95) variou com o tempo. O óleo essencial extraído das folhas de L. gracilis apresentou-se mais tóxico (CL50=10,16 mg.mL-1 ) no teste de atividade ovicida, com uma inclinação superior (5,84) ao C. blanchetianus (3,20). O inseticida DECIS ® 25 EC não apresentou efeito ovicida. Os resultados apresentados até o momento sugerem que os óleos investigados, em especial o de Lippia gracilis têm potencial para serem usados no controle de A. cocois através do manejo integrado de pragas, mas novas investigações devem ser feitas objetivando avaliar os custos e benefícios desses óleos.
Thesagro: Aleurodicus Cocois
NAL Thesaurus: Botanical insecticides
Data Created: 2018-12-20
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPAT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DOT18007.pdf874,45 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace