Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1103989
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorIKEDA, F. S.pt_BR
dc.contributor.authorCAVALIERI, S. D.pt_BR
dc.date.accessioned2019-08-13T01:10:30Z-
dc.date.available2019-08-13T01:10:30Z-
dc.date.created2019-01-14
dc.date.issued2019
dc.identifier.citationIn: FARIAS NETO, A. L. de; NASCIMENTO, A. F. do; ROSSONI, A. L.; MAGALHÃES, C. A. de S.; ITUASSU, D. R.; HOOGERHEIDE, E. S. S.; IKEDA, F. S.; FERNANDES JUNIOR, F.; FARIA, G. R.; ISERNHAGEN, I.; VENDRUSCULO, L. G.; MORALES, M. M.; CARNEVALLI, R. A. (Ed.). Embrapa Agrossilvipastoril: primeiras contribuições para o desenvolvimento de uma agropecuária sustentável. Brasília, DF: Embrapa, 2019. pt. 6, cap. 2, p. 394-397.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1103989-
dc.descriptionCom os vários anos de cultivo da soja RR, geneticamente modificada para resistência ao herbicida glyphosate, e consequentes aplicações repetitivas do herbicida, é verificada atualmente na agricultura nacional, a presença, por seleção, de biótipos resistentes e de espécies tolerantes ao glyphosate (Ikeda, 2016). Os biótipos com resistência ao glyphosate de capim-amargoso (Digitaria insularis) e buva (Conyza spp.) foram selecionados no sul do país com ampla disseminação pelo vento de suas sementes. Embora a identificação de resistência dessas espécies em Mato Grosso não tenha sido registrada oficialmente, verificamos a disseminação dessas espécies também no estado, sendo consideradas de difícil controle. Outra espécie identificada em Mato Grosso com resistência ao glyphosate e a inibidores de ALS, mas que não foram selecionadas neste estado, mas vieram provenientes de outros países por meio de máquinas, é denominada comumente de caruru-gigante (Amaranthus palmeri). No estado, observamos também a seleção de várias espécies tolerantes ao glyphosate como erva-quente, Richardia brasiliensis, Ipomoea spp. etc. e mais recentemente encontramos em várias áreas a vassourinha-de-botão (Spermacoce sp.). Diante desse cenário, verificamos a necessidade de estudos para verificar alternativas de controle para espécies tolerantes, assim como também de A. palmeri, conforme será descrito neste capítulo.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectPlanta daninhapt_BR
dc.subjectTolerantept_BR
dc.subjectMato Grossopt_BR
dc.subjectSinop-MTpt_BR
dc.titleManejo de plantas daninhas resistentes e tolerantes a herbicidas.pt_BR
dc.typeParte de livropt_BR
dc.date.updated2019-08-19T11:11:11Z
dc.subject.thesagroManejopt_BR
dc.subject.thesagroErva Daninhapt_BR
dc.subject.thesagroHerbicidapt_BR
riaa.ainfo.id1103989pt_BR
riaa.ainfo.lastupdate2019-08-19 -03:00:00
dc.contributor.institutionFERNANDA SATIE IKEDA, CPAMT; SIDNEI DOUGLAS CAVALIERI, CNPA.pt_BR
Appears in Collections:Capítulo em livro científico (CPAMT)


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace