Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1104398
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2018
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, F. P. da
OLIVEIRA, G. R.
WANDER, A. E.
CUNHA, C. A. da
Additional Information: FERNANDA PEREIRA DA SILVA, UNIALFA; GUILHERME RESENDE OLIVEIRA, EMATER-GO; ALCIDO ELENOR WANDER, CNPAF; CLEYZER ADRIAN DA CUNHA, UFG.
Title: Agricultura familiar no cerrado goiano: transição agroecológica na cooperativa COOPERAFI.
Publisher: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 56., 2018, Campinas. Transformações recentes na agropecuária brasileira: desafios em gestão, inovação, sustentabilidade e inclusão social: anais. Brasília, DF: SOBER, 2018.
Language: pt_BR
Keywords: Agroecologia
Description: A importância crescente da agricultura familiar em Itapuranga, município do Estado de Goiás tem estimulado novas abordagens na busca de agrossistemas sustentáveis. Nesse sentido, a agroecologia adota como princípios básicos a menor dependência possível de insumos externos e a conservação dos recursos naturais. O objetivo desse artigo é analisar os avanços, benefícios e dificuldades da transição agroecológica do sistema de produção de frutas e hortaliças dos agricultores familiares de Itapuranga vinculados à cooperativa COOPERAFI, bem como os custos de implantação do cultivo convencional e agroecológico e a rentabilidade adquirida com a prática agroecológica. A metodologia utilizada foi pesquisa de campo com o uso de questionário e entrevistas. De acordo com os resultados é perceptível a satisfação dos que trabalham com as práticas agroecológicas, os que investiram em mão de obra e assistência técnica e que por sua vez possuía de 15 ha a mais de terras concordam que suas receitas aumentaram muito embora tivessem dificuldades para dar continuidade aos projetos devido à ausência do apoio técnico após a finalização dos projetos. Durante a execução a assistência técnica foi apontada como um problema devido à alta rotatividade de pessoal. Os agricultores afirmam que a cooperativa teve papel fundamental para a conquista e liberações do PRONAF e contemplações de projetos, foi responsável pela reprodução social desses agricultores familiares e por inseri-los ao mercado produtivo. Conclui-se que através da transição agroecológica é possível ver consolidado e fortalecido os experimentos nas propriedades estudadas e constatar que seus resultados (redução no uso de insumos químicos e agrotóxicos, melhores práticas de manejo e de cuidado com o solo, etc.) são fatos comprovados do funcionamento dos processos agroecológicos e que, apesar das limitações, a transição desenvolvida em Itapuranga representa um potencial de sustentabilidade da agricultura familiar.
Thesagro: Cooperativismo
Cerrado
Cooperativa de Produtores
Data Created: 2019-01-17
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPAF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNPAF2018sober2.pdf322,28 kBAdobe PDFView/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace