Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1110421
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: FIGUEREDO, P. E.
ZANETTI, G. T.
HOOGERHEIDE, E. S. S.
Additional Information: POLIANA ELIAS FIGUEREDO, UFMT, Sinop; GÉSSICA TAIS ZANETTI, UFGDO; EULALIA SOLER SOBREIRA HOOGERHEIDE, CPAMT.
Title: Agrobiodiversidade dos quintais das comunidades de Sinop, Mato Grosso: um enfoque para as plantas medicinais
Publisher: In: ENCONTRO CIENTÍFICO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS EM SAÚDE, 1., 2019, Sinop, MT. Anais... Sinop: UFMT, 2019. p. 10
Language: pt_BR
Notes: Publicado também como número especial da revista Scientific Electronic Archives, v. 12, n. special, 2019.
Keywords: Mato Grosso
Sinop
Comunidade São Rafael
Comunidade Adalgiza
Comunidade Brígida
Comunidade Nossa senhora de Fátima
Comunidade Branca de Neve
Comunidade São Cristóvão
Hortelã
Capim cidreira
Description: Introdução: Os quintais são áreas no entorno das casas que mantem diversas espécies florestais e agrícolas, e entre elas as plantas de uso medicinal, bem como animais de pequeno porte, que são utilizadas para a complementação de alimentos e outros recursos necessários à subsistência do agricultor. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi realizar o diagnóstico das espécies da agrobiodiversidade, com destaque para as plantas de uso medicinal, existentes nos quintais de agricultores das comunidades do município de Sinop, estado do Mato Grosso. Metodologia: O estudo foi realizado durante o ano de 2018/19. A identificação dos agricultores foi feita mediante a visita nas feiras livres do município, bem como com o apoio da prefeitura municipal de Sinop. Foram selecionados dez agricultores das comunidades São Rafael, Adalgiza, Brígida, Nossa senhora de Fátima, Branca de Neve e São Cristóvão. A coleta de dados foi realizada através de questionário semi-estruturado e da técnica da lista livre. As espécies levantadas foram verificadas na literatura quanto à família botânica e os dados analisados de modo descritivo. Resultados: Foram citadas 38 espécies de uso medicinal. Este percentual correspondeu à 22,1% do total citações, ou seja, do total das espécies mencionadas, 22,1% correspondeu à etnocategoria medicinal (as demais etnocategorias foram agrícola e outros usos). As espécies de uso medicinal estão distribuídas em 25 famílias botânicas com destaque para Lamiaceae (15,8%) e Asteraceae (10,5%). Foi identificada a média de 7,4 espécies de plantas medicinais por propriedade, sendo hortelã (18,4%), babosa (18,4%), capim cidreira (15,8%) e alecrim (10,5%) as de maior destaque. Observou-se que as mulheres foram as que mais se envolviam no cultivo, manutenção e uso das plantas medicinais. Conclusão: Os quintais das comunidades de Sinop apresentam diversidade de espécies medicinais, sendo as mais comuns a hortelã, babosa, capim cidreira e alecrim. As mulheres são as principais responsáveis pelo uso, conservação e manutenção das plantas medicinais dos quintais das comunidades.
Thesagro: Comunidade Rural
Planta Medicinal
Hortelã do Campo
Babosa
Alecrim
Conservação
NAL Thesaurus: Lamiaceae
Asteraceae
Data Created: 2019-07-05
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAMT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019cpamteulaliahoogerheideagrobiodiversidadequintaissinopplantamedicinal.pdf235,79 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace