Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1113539
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amapá - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: GONÇALVES, D. A.
COSTA, F. F.
LIRA-GUEDES, A. C.
GUEDES, M. C.
Additional Information: DANIELE ALENCAR GONÇALVES, UEAP; FELIPE FELIX COSTA, UNIFAP; ANA CLAUDIA LIRA GUEDES, CPAF-AP; MARCELINO CARNEIRO GUEDES, CPAF-AP.
Title: Banco de dados georreferenciados da castanha-da-amazônia na Resex Cajari em software livre.
Publisher: In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAPÁ, 4., 2018, Macapá. Resumos... Macapá: Embrapa Amapá, 2019. p. 38. Editores técnicos: Adilson Lopes Lima e Ricardo Adaime.
Language: pt_BR
Description: A castanha-da-amazônia (Bertholletia excelsa Bonpl.) é uma importante fonte de renda e alimentação dos extrativistas da Reserva Extrativista (Resex) Cajari. Desde 2006, vários estudos georreferenciados estão sendo realizados com a espécie, sendo necessária melhor organização das informações para aperfeiçoar seu aproveitamento, como, por exemplo, a possibilidade de verificar variações geográficas. Para tanto, podem ser usadas ferramentas como o Quantum Gis (QGis), que é um software de sistema de informação geográfica com código aberto para organizar essas informações. O objetivo geral deste trabalho foi organizar as informações e construir um banco de dados georreferenciados sobre os estudos realizados na Resex Cajari, no sul do estado do Amapá, em ecossistemas com castanha-da-amazônia. Os dados foram digitados no Excel 2016 e exportados no formato .csv para o software QGis, fazendo uma conexão Postgis, para análises de sínteses e saídas padronizadas para várias análises de interesse, a partir das informações repassadas pelos castanheiros. Além disto, foi confeccionado um tutorial com o passo a passo de como montar e usar o banco de dados georreferenciados no QGis. Como exemplo, foi realizada uma análise com informações fornecidas pelos castanheiros, em 2010, que apontou uma produção média anual, por castanhal, em toda a Resex, de aproximadamente 61 barricas, variando de 2 a 1500 barricas por castanhal. Outra análise realizada foi a da variação geográfica, que evidenciou a existência de padrões produtivos diferenciados entre as comunidades, sendo que os castanhais mais produtivos estão na comunidade do Retiro, com uma média de 107 barricas anuais por castanhal. De maneira geral, as análises das informações no Qgis e a construção do banco de dados foram eficazes na organização das informações, favorecendo maior aproveitamento das informações coletadas ao longo dos estudos.
Thesagro: Bertholletia Excelsa
Sistema de Informação Geográfica
Processamento da Informação
Data Created: 2019-10-28
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAF-AP)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CPAFAP2019Bancodedados.pdf173,25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace