Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1114362
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: RAMOS JUNIOR, E. U.
RAMOS, E. M. de
KONZEN, L. M.
FALEIRO, V. de O.
SILVA, A. F. da
TARDIN, F. D.
Additional Information: EDISON ULISSES RAMOS JUNIOR, CNPSO; Eduardo Megier de Ramos, Universidade Federal de Mato Grosso; Luana Manoela Konzen, Universidade Federal de Mato Grosso; VALERIA DE OLIVEIRA FALEIRO, CPAMT; ALEXANDRE FERREIRA DA SILVA, CNPMS; FLAVIO DESSAUNE TARDIN, CNPMS.
Title: Desempenho da soja em sucessão ao consórcio de milho segunda safra com diferentes densidades de Crotalaria spectabilis.
Publisher: Nativa, Sinop, v. 7, n. 6, p. 649-655, nov./dez. 2019.
Language: pt_BR
Keywords: Diversificação de culturas
Consórcio milho-crotalária
Description: A demanda crescente por alimentos, associada à necessidade de preservação ambiental, e a disponibilidade limitada de terras para a expansão da área cultivada, tem demandado desenvolvimento contínuo de tecnologias que resultem no aumento da produtividade de grãos, na racionalização do uso de insumos, dos recursos ambientais e dos meios de produção. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho da soja (Glycine max (L.) Merrill) semeada em sucessão ao consórcio de milho (Zea mays L.) segunda safra com diferentes densidades de Crotalaria spectabilis. O experimento foi semeado em 15 de fevereiro de 2016, em uma área experimental da Embrapa Agrossilvipastoril, na cidade de Sinop/MT. O delineamento utilizado foi de blocos ao acaso, com quatro repetições. Cada parcela apresentava 11 linhas com 0,45 cm de espaçamento entre si e 10 metros de comprimento, sendo considerada, como área útil, as três linhas centrais. Os tratamentos foram constituídos de 4 densidades da C. spectabilis, sendo 10, 20, 30 e 40 kg de sementes por ha, além da testemunha, com milho solteiro. A semeadura da soja foi realizada em outubro de 2016, sob as parcelas colhidas do consórcio de milho com crotalária. Ao final do ciclo, coletou-se 10 plantas da área útil de cada parcela, para que fossem avaliados os componentes de produção e produtividade da cultura. Observou-se que a crotalária não causou redução na produtividade de grãos do milho, porém em apenas um ciclo de consórcio, não permitiu que se obtivessem incrementos na produtividade de grãos da soja.
Thesagro: Grão
Produtividade
Glycine Max
Consorciação de Cultura
Data Created: 2019-11-14
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Desempenhosoja.pdf498 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace