Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1114918
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agroindústria Tropical - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: FONSECA, W. L.
Additional Information: Wéverson Lima Fonseca, Universidade Federal do Ceará - UFC.
Title: Diversidade de erysiphe spp., agentes etiológicos do oídio do cajueiro.
Publisher: 2019
Pages: 70p.
Language: pt_BR
Notes: Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza. Orientador: Prof. PhD. José Emilson Cardoso. Coorientador: Prof. Dr. Cristiano Souza Lima.
Keywords: Erysiphe quercicola
Erysiphe necator
Caracterização molecular
Hospedeiros alternativos
Description: O oídio é atualmente a doença mais importante do cajueiro em todas as regiões produtoras do Brasil. Embora tenha sido relatada pela primeira vez há mais de um século, até o início do século XXI não haviam sido observadas no Brasil epidemias que causassem grande impacto econômico. Diferenças morfológicas e patogênicas do agente causal evidenciaram a possibilidade de que diferentes espécies do gênero Erysiphe estariam associadas ao oídio do cajueiro. Resultando, portanto, em fortes indícios de envolvimento de diferentes hospedeiros na epidemiologia da doença em cajueiro. Este estudo foi desenvolvido para elucidar estas questões, comparando por filogenia molecular os tipos morfológicos associados ao oídio em cajueiro no Brasil. As relações filogenéticas foram reconstruídas em fungos causadores de oídios em plantas que ocorrem no ecossistema do cajueiro, visando conhecer suas relações com os hospedeiros, ensejando possíveis envolvimentos de hospedeiros alternativos com as epidemias verificadas no cajueiro. O trabalho consistiu inicialmente de coleta de amostras de plantas com sintomas de oídio, testes de patogenicidade nos hospedeiros originais, seguindo-se com as análises morfológicas, filogenéticas e inoculações cruzadas. Com base nestas análises, foi demonstrado que duas espécies estão associadas ao oídio do cajueiro: Erysiphe quercicola que infecta tecidos jovens imaturos, como folhas novas, flores e frutos jovens; e Erysiphe necator o qual infecta tecidos foliares maduros e sombreados. Este é o primeiro relato sobre a ocorrência tanto de E. quercicola quanto de E. necator causando oídio em cajueiros, e a primeira detecção de E. necator neste hospedeiro. Estes estudos permitiram a identificação inédita de hospedeiros alternativos de E. quercicola como o urucuzeiro (Bixa orellana), o sombreiro (Clitoria fairchildiana) e a mangueira (Mangifera indica). Os testes de inoculação cruzada serviram para levantar a possibilidade de envolvimento destas espécies de plantas como fonte primária de inóculo do oídio do cajueiro.
Thesagro: Oídio
NAL Thesaurus: Powdery mildew
Alternative hosts
Data Created: 2019-11-22
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPAT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019tesewlfonseca.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace