Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1120182
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, L. L. de M.
COSTA, P. da
WADT, L. H. de O.
PAPPAS, M. de C. R.
CAMPOS, T. de
GUEDES, M. C.
SILVA, K. E. da
HOOGERHEIDE, E. S. S.
BALDONI, A. B.
CANO, R. S.
MARTORANO, L. G.
THOMAS, E.
KIMURA, R. K.
MARTINS, K.
Additional Information: LAURA LUCIANA DE MELO MOREIRA SILVA, UFSCar, Sorocaba-SP; PATRICIA DA COSTA, CNPMA; LUCIA HELENA DE OLIVEIRA WADT, CPAF-RO; MARILIA DE CASTRO RODRIGUES PAPPAS, Cenargen; TATIANA DE CAMPOS, CPAF-AC; MARCELINO CARNEIRO GUEDES, CPAF-Amapá; KATIA EMIDIO DA SILVA, CPAA; EULALIA SOLER SOBREIRA HOOGERHEIDE, CPAMT; AISY BOTEGA BALDONI TARDIN, CPAMT; RICARD SCOLES CANO, UFOPA, Santarem, PA; LUCIETA GUERREIRO MARTORANO, CPATU; EVERT THOMAS, BIOVERSITY INTERNATIONAL, Colombia; RENATO KENJI KIMURA, UFSCar, Sorocaba-SP; KARINA MARTINS, UFSCar, São Carlos-SP.
Title: Caracterização da diversidade e estrutura genética de populações de Bertholletia excelsa na Amazônia brasileira.
Publisher: In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 26.; CONGRESSO DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO, 11., 2019, Sorocaba, SP. Resumos... São Carlos, SP: UFSCar, 2019. não paginado.
Language: pt_BR
Notes: 26 CIC e 11 CIDTI.
Keywords: Conservacao genetica
Description: Popularmente conhecida como castanheira-da-Amazônia ou castanheira-do-Brasil, a Bertholletia excelsa Bonpl. (Lecythidaceae) é uma espécie arbórea de ampla distribuição ao longo de toda a Floresta Amazônica e endêmica das matas de terra firme. Apesar de protegida por lei, encontra-se nas listas vermelhas do Centro Nacional de Conservação da Flora (CNCFlora) e da União internacional para a conservação da natureza (IUCN), classificada como espécie vulnerável. Possui grande valor produtivo, sendo um dos produtos florestais não madeireiros mais exportados da Amazônia. Vastamente estudada quanto a sua estrutura populacional e sustentabilidade da exploração extrativista em populações locais, porém com poucas referências em relação a sua estrutura genética com amostragem abrangente ao longo da Floresta Amazônica. Nesse quesito, as discussões não são conclusivas, visto que a distribuição geográfica da variabilidade genética pode ter sido influenciada por muitos fatores ao longo de sua história evolutiva, inclusive da ação da ocupação humana na Floresta Amazônica. O estudo de estrutura genética com amostragem mais ampla (Sujii et al., 2015) aponta que as inconsistências quanto à estrutura genética populacional podem ainda ser devidas as poucas populações estudadas e a baixa cobertura genômica dos marcadores microssatélites utilizados. Faz-se, então, necessária a caracterização da estrutura e diversidade genética da espécie em suas populações naturais para subsidiar estratégias e áreas prioritárias para sua conservação. Neste trabalho foram analisados dados de 87 indivíduos em 13 populações naturais, totalizando sete populações do estado de Rondônia, duas de Roraima e quatro do Pará, variando entre cinco e nove indivíduos por população. Foram utilizadas amostras de folhas secas em sílica ou câmbio caulinar armazenado em microtubo com tampão de transporte, bem como algumas de DNA já extraído. O DNA das amostras de folha e câmbio foram extraídos utilizando o protocolo Inglis et al. (2016), e as quantificações realizadas com comparação entre DNA ? padrão após eletroforese em gel de agarose a 1%. A quantificação por fluorometria também foi utilizada, com uso do equipamento Qubit (Thermo Fisher, Waltham, EUA), visando obter ao menos a quantidade mínima de DNA exigido pela empresa de sequenciamento (200 ng). As bibliotecas genômicas NextRAD e o sequenciamento Illumina foram realizados pela empresa SNPsaurus LLC., que fez também a identificação de SNPs (Single Nucleotide Polymorphisms) com uso da abordagem de novo. O sequenciamento resultou na identificação de ~17.000 locos SNPs. Filtros foram aplicados e os locos com frequência alélica mínima inferior a 0,05 foram excluídos, mantidos apenas os que tinham ao menos 90% dos locos presentes e dialélicos. Com os 6817 locos resultantes, foram estimados parâmetros de diversidade e estrutura genética, bem como a correlação entre distâncias genéticas e geográficas. A heterozigozidade esperada média foi HE= 0.22. Não foi observada endogamia nas populações (FIS= 0). A divergência entre populações foi relativamente alta (FIS= 0,20), e a correlação entre distâncias genéticas e geográficas foi significativa (r= 0,767; MantelZ = 50,03, p= 0,01), mostrando que há isolamento por distância.
Thesagro: Genoma
Conservação
Data Created: 2020-02-11
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAMT)


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace