Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1125613
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2020
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: BELNIAKI, A. C.
Title: Viabilidade e armazenamento de sementes de pupunha.
Publisher: 2020.
Pages: 92 f.
Language: Portugues
Notes: Dissertação (Mestrado em Ciências, Área de Concentração Produção Vegetal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Orientadora: Maristela Panobianco Vasconcellos; Coorientadora: Elisa Serra Negra Vieira.
Keywords: Revestimento de Semente
Peach palm seed
Description: Sementes de pupunha possuem comportamento altamente recalcitrante refletindo em curta longevidade, geralmente de 30 a 45 dias, o que dificulta a disponibilização de sementes viáveis para comercialização. Os objetivos deste estudo foram: estabelecer um protocolo para a condução do teste de tetrazólio visando determinar rapidamente a viabilidade de sementes de pupunha; estudar embalagem de polietileno de diferentes espessuras para o armazenamento e avaliar a potencialidade de materiais para o revestimento de sementes de pupunha no armazenamento. O teste de tetrazólio foi estudado testando-se formas de précondicionamento, preparo e coloração, determinando as áreas vitais da semente e estabelecendo classes de viabilidade. Foi avaliado o armazenamento empregandose embalagens de polietileno de 0,10 e 0,20 mm, sendo determinados mensalmente o teor de água, a viabilidade das sementes pelo teste de germinação e o vigor pelo índice de velocidade de emergência, durante quatro meses. Para a peliculização, foram testados os seguintes materiais: gel de nanocelulose de eucalipto (1,5%); gel de amido (3%); mistura dos géis anteriores a 50% (v/v), com revestimento por três ciclos de aspersão sobre a peneira e secos em circulação de ar quente (32 ºC). As avaliações da eficiência do tratamento foram realizadas determinando o teor de água, curva de embebição, teste de tetrazólio e imagem de Microscopia Eletrônica de Varredura. Os dados foram submetidos à análise de variância e a comparação de médias realizada pelo teste de Scott-knott à 5% de probabilidade. O teste de tetrazólio forneceu resultados relacionados com o teste de germinação, empregando pré-condicionamento por imersão em água (24 h/20 °C), secção longitudinal adjacente ao embrião e imersão da metade da semente (embrião + endosperma) em solução de 1% durante 4 h a 30 ºC, sendo possível a separação das sementes em duas classes de viabilidade. Em relação ao armazenamento, a embalagem de polietileno de 0,20 mm é recomendada para prolongar a qualidade fisiológica das sementes armazenadas por até quatro meses, em condições ambiente de 15,2- 17,2°C e 57,9-66,0% U.R. Os materiais utilizados para o revestimento das sementes de pupunha não apresentaram melhoras significativas na manutenção do teor de água e na viabilidade das sementes durante o armazenamento, como também não impediram a embebição de água e emissão de raiz na germinação. Mais estudos se fazem necessários sobre o potencial dos revestimentos em sementes recalcitrantes como a pupunha.
Thesagro: Pupunha
Germinação
Teste de Tetrazólio
Bactris Gasipaes
Espécie Nativa
NAL Thesaurus: Arecaceae
Data Created: 2020-10-19
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao-UFPR-ANDREZA-CERIONI-BELNIAKI.pdf1.57 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace