Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1127054
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agroenergia - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2020
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: LYRA, B. M.
GUIMARÃES, M. B.
PEREIRA, L. C.
VALE, J. do
CAMPANHA, R. B.
CONCEIÇÃO, A. A.
BATISTA, P. O. M. D.
SIQUEIRA, F. G. de
MENDONCA, S.
Additional Information: Bárbara Monteiro Lyra, Universidade de Brasília; Marina Borges Guimarães, Universidade de Brasília; Lucas Cantalogo Pereira, Universidade de Brasília; Jéssica do Vale, Universidade de Brasília; RAQUEL BOMBARDA CAMPANHA, CNPAE; Aparecido A. Conceição, Universidade Federal do Mato Grosso; Pérola Oliveira Magalhães Dias Batista, Universidade de Brasília; FELIX GONCALVES DE SIQUEIRA, CNPAE; SIMONE MENDONCA, CNPAE.
Title: Propriedades antimicrobianas e antioxidantes de extratos produzidos a partir de colonizados de basidiomicetos em tortas oleaginosas.
Publisher: In: ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGIA, 6., 2020, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2020.
Pages: p. 29-36
Language: Portugues
Description: As tortas (resíduos da extração mecânica de óleo) da semente do pinhão-manso (TSPM) e do caroço de algodão (TCA) já se mostraram de grande interesse devido ao seu potencial como fonte proteica na nutrição animal, entretanto apresentam compostos tóxicos que poderiam limitar aplicações com esta finalidade. Alguns fungos do filo Basidiomycota, cogumelos comestíveis, podem ser cultivados nestes materiais e promover a destruição destes compostos tóxicos, além de produzir compostos com atividades antioxidante e antimicrobiana. Sendo assim, as tortas colonizadas por esses macrofungos poderiam ser uma alternativa ao uso de antibióticos utilizados como promotores de crescimento na nutrição animal. Este trabalho avaliou as atividades antioxidante e antimicrobiana de extratos de biomassas lignocelulósica-microbiana após a fase de colonização de TSPM e de TCA misturados com casca de coco-verde em diferentes proporções. Os macrofungos empregados foram da família Pleurotaceae (BRM055674) e da família Panaceae (BRM 044603), em TSPM e TCA, respectivamente. Extratos metanólicos foram produzidos a partir de cada substrato e após sua colonização com os fungos. A atividade antioxidante foi avaliada por meio de três métodos (FRAP, ABTS e DPPH). Os ensaios de atividade antimicrobiana foram realizados por teste de difusão de disco com os extratos contra bactérias patogênicas, Escherichia coli (ATCC 25922), Staphylococcus aureus (ATCC 27154) e Salmonella enterica (ATCC 14028) e posteriormente calculada a concentração inibitória mínima (CIM). Em todos os fermentados houve redução na atividade antioxidante, possivelmente devido à produção de enzimas oxidativas pelos basidiomicetos. Os resultados sugerem que os extratos metanólicos obtidos a partir dos colonizados de macrofungo BRM055674 contendo 20% de TSPM em coco verde e com fungo BRM 044603 contendo 80% de TCA em coco verde possuem as melhores combinações de atividades antioxidante e leve atividade antimicrobiana (500 ug/mL), respectivamente.
Thesagro: Torta
Algodão
Planta Oleaginosa
Basidiomicetos
Jatropha Curcas
Biocombustível
Data Created: 2020-11-25
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPAE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Propriedades-antimicrobianas-e-antioxidantes-2020.pdf237.22 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace