Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1127075
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSOUZA, M. de A.
dc.contributor.authorGUIMARÃES, M. B.
dc.contributor.authorRODRIGUES NETO, J. C.
dc.contributor.authorMENDONCA, S.
dc.contributor.authorSIQUEIRA, F. G. de
dc.contributor.authorABDELNUR, P. V.
dc.contributor.otherMiria de Almeida Souza, Universidade Federal de Goiás; Marina Borges Guimarães; Jorge Candido Rodrigues Neto, Universidade Federal de Goiás; SIMONE MENDONCA, CNPAE; FELIX GONCALVES DE SIQUEIRA, CNPAE; PATRICIA VERARDI ABDELNUR, CNPAE.
dc.date.accessioned2020-11-26T09:06:07Z-
dc.date.available2020-11-26T09:06:07Z-
dc.date.created2020-11-25
dc.date.issued2020
dc.identifier.other3765
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1127075-
dc.descriptionA grande demanda de fonte energética despertou o uso de biodiesel derivados de óleos vegetais, tendo destaque para a cultura do algodão. A torta/farelo do caroço de algodão (TCA), oriundo da etapa de extração do óleo, é rica em proteína, lipídeos e carboidratos. No entanto, a TCA possui compostos, como o gossipol e a lignina, os quais necessitam de tratamento adequado para degradá‑los. A degradação destes compostos utilizando macrofungos tem se destacado, viabilizando assim a sua utilização na nutrição de animais. Portanto, é necessário prospectar os compostos químicos degradados e/ou produzidos após a fermentação com macrofungos. Esse trabalho teve como objetivo a caracterização de metabólitos presentes em TCA após a fermentação estado sólido de Schizophyllum commune, utilizando metabolômica untargeted por cromatografia de ultra alta eficiência, acoplado a espectrometria de massas tandem (UHPLC‑ESI‑MS/MS). Os dados foram submetidos à análise de componentes principais (PCA) e comparados ao banco de dados. O PCA das amostras demosntrou alterações significativas no perfil de compostos químicos da torta de caroço de algodão (in natura) após a fermentação fúngica. Foi possível identificar os compostos químicos N‑butiril‑L‑homoserina lactona, di‑hidroanticapsina e inosina, os quais não foram relatados na literatura. Foram prospectados compostos das classes dos lipídeos, aminoácidos, oligossacarídeos, nucleosídeos e nucleotídeos, agregando valor a torta de caroço de algodão. Assim, a metabolômica, que ainda é pouco explorada no fungo S. commune foi aplicada para detectar diversas classes de metabólitos através da técnica avançada UHPLC‑MS/MS. A ferramenta de metabolômica untargeted aplicada neste trabalho poderá ser aplicado a outras espécies de fungos. Tais informações contribuem para trabalhos envolvendo a desconstrução da biomassa lignocelulósica e indústria de nutrição animal.
dc.description.uribitstream/item/218245/1/Metabolo770mica-de-Schizophyllum-2020.pdf
dc.formatil.
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.publisherIn: ENCONTRO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA EMBRAPA AGROENERGIA, 6., 2020, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2020.
dc.relation.ispartofEmbrapa Agroenergia - Artigo em anais de congresso (ALICE)
dc.subjectMetabólitos bioativos
dc.titleMetabolômica de Schizophyllum commune cultivados em torta do caroço de algodão por espectrometria de massas.
dc.typeArtigo em anais de congresso (ALICE)
dc.subject.thesagroBiocombustível
dc.subject.thesagroAlgodão
dc.subject.thesagroBasidiomicetos
dc.subject.thesagroFermentação
dc.subject.thesagroInsumo
dc.subject.thesagroBiomassa
dc.subject.nalthesaurusSchizophyllum commune
dc.format.extent2p. 49-56
dc.ainfo.id1127075
dc.ainfo.lastupdate2020-11-25
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPAE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Metabolo770mica-de-Schizophyllum-2020.pdf932.69 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace