Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1131998
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFERREIRA, L. A. R.
dc.contributor.otherLETÍCIA APARECIDA RONQUI FERREIRA, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ CAMPUS LUIZ MENEGHEL CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS.
dc.date.accessioned2021-05-25T14:00:56Z-
dc.date.available2021-05-25T14:00:56Z-
dc.date.created2021-05-25
dc.date.issued2021
dc.identifier.other45107
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1131998-
dc.descriptionA escolha certa da fonte, dose e época de aplicação do fertilizante nitrogenado contribui para minimizar as perdas de nitrogênio (N). Além disso, há aditivos químicos capazes de reduzir a volatilização de amônia, como o inibidor de urease N-(n-butil) tiofosfórico triamida (NBPT). O objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes técnicas de manejo agronômico dos fertilizantes ureia e nitrato de amônio, assim como o uso de NBPT para aumentar a eficiência da ureia, visando melhorar a nutrição nitrogenada e a produtividade do trigo, considerando três condições ambientais. Dois distintos experimentos foram realizados em situação de campo em duas localidades no estado Paraná (Londrina e Ponta Grossa). Em Londrina foram utilizadas condições de sequeiro (Lseq) e de irrigação (Lirrig), enquanto em Ponta Grossa o trigo foi cultivado apenas em sequeiro (PGseq). O primeiro experimento foi conduzido em delineamento em blocos casualisados em arranjo fatorial (2 × 2 × 2) + 1, sendo duas doses de N (40 e 80 kg ha-1), duas fontes de N (nitrato de amônio e ureia), duas épocas para realização da adubação nitrogenada (durante a semeadura da lavoura ou no início do perfilhamento das plantas), e um tratamento adicional com ausência de adubação nitrogenada (testemunha). Características agronômicas avaliadas: rendimento de grãos, peso hectolítrico, peso de mil grãos, altura e acamamento de plantas, índice de colheita aparente, densidade de plantas férteis, matéria seca da parte aérea (MSPA), teor e conteúdo de N na MSPA, e eficiências de utilização de N para rendimento de grãos (EUNRG) e para produção de MSPA (EUNMSPA). A adubação nitrogenada reduziu o índice de colheita em Lseq e a EUNRG em ambas condições hídricas de Londrina; no entanto, ela aumentou a EUNMSPA em todas condições ambientais. Ureia e nitrato de amônio apresentaram eficiência equivalente quanto ao rendimento de grãos de trigo, independente da dose ou época de adubação. Em Lirrig e Lseq a dose e a época de aplicação de N não influenciaram o rendimento de grãos. Porém, em condição de clima mais frio (PGseq), a utilização de maior dose de N na semeadura proporcionou maior rendimento de grãos, peso de mil grãos e densidade de plantas férteis. Portanto, a dose de N pode ser reduzida em condições ambientais que favorecem a mineralização da matéria orgânica do solo e a decomposição da palhada de soja. A opção por ureia ou nitrato de amônio pode ser baseada em critérios econômicos em ambientes com baixo déficit hídrico e baixo potencial de volatilização de NH3. A fertilização com N realizada exclusivamente na semeadura pode ser adequada para suprir as necessidades de N da cultura. O segundo experimento foi desenvolvido em delineamento em blocos casualisados em arranjo fatorial (2 × 4 × 2) + 1, composto por duas doses de N (40 e 80 kg ha-1), ureia tratada com quatro doses de NBPT (0, 250, 500 e 2000 mg kg-1), duas épocas para realização da adubação nitrogenada (durante a semeadura da lavoura ou no início do perfilhamento das plantas), e um tratamento adicional com ausência de adubação nitrogenada (testemunha). Foram avaliadas as mesmas características agronômicas do primeiro experimento. As condições ambientais determinaram a eficácia da fertilização nitrogenada e do NBPT, influenciando a EUN e o rendimento de grãos. O NBPT não influenciou o rendimento de grãos em ambientes com solos ácidos e maior disponibilidade hídrica. A fertilização nitrogenada realizada exclusivamente na semeadura foi suficiente para suprir a necessidade de N do trigo. Concluímos que a fertilização com N e o manejo do NBPT devem considerar as características ambientais (como pH, temperatura e umidade do solo) durante a estação de crescimento do trigo. Palavras-chave: Triticum aestivum; Volatilização de amônia; N-(n-butil) tiofosfórico triamida; Nutrição mineral de plantas; Ureia; Nitrato de amônio.
dc.description.uribitstream/item/223412/1/Ferreira-2021-UENP.pdf
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.publisher2021.
dc.relation.ispartofEmbrapa Trigo - Tese/dissertação (ALICE)
dc.subjectN-(n-butil)
dc.subjectTiofosfórico triamida
dc.subjectEficiência de utilização de nitrogênio
dc.titleManejo da fertilização nitrogenada e do inibidor de UREASE NBPT na cultura do trigo.
dc.typeTese/dissertação (ALICE)
dc.subject.thesagroTriticum Aestivum
dc.subject.thesagroUréia
dc.subject.thesagroNitrato de Amônio
dc.description.notesDissertação apresentada ao Programa de Mestrado em Agronomia, da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Campus Luiz Meneghel. Orientador: Prof. Dr. Sérgio Ricardo Silva (CNPT), Coorientador: Prof. Dr. Oriel Tiago Kölln
dc.format.extent2123 p.
dc.ainfo.id1131998
dc.ainfo.lastupdate2021-05-25
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ferreira-2021-UENP.pdf2,17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace