Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1132262
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorLIMA, K. D. R. de
dc.contributor.authorCORREIA, M. E. F.
dc.contributor.authorCAMPELLO, E. F. C.
dc.contributor.authorRESENDE, A. S. de
dc.contributor.otherKHADIDJA DANTAS ROCHA DE LIMA, Escola da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte; MARIA ELIZABETH FERNANDES CORREIA, CNPAB; EDUARDO FRANCIA CARNEIRO CAMPELLO, CNPAB; ALEXANDER SILVA DE RESENDE, CNPAB.
dc.date.accessioned2021-06-09T18:00:54Z-
dc.date.available2021-06-09T18:00:54Z-
dc.date.created2021-06-09
dc.date.issued2021
dc.identifier.issn1980-5098
dc.identifier.other41743
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1132262-
dc.descriptionEste trabalho avaliou a regeneração natural em área plantada há 13 anos com diferentes proporções de leguminosas fixadoras de nitrogênio. O plantio foi realizado em 2001, em pastagem abandonada, em Valença, sul do estado do Rio de Janeiro, com seis espécies florestais arbóreas não nodulantes, consorciadas com sete espécies leguminosas arbóreas nodulantes, de forma a estabelecer quatro proporções de leguminosas (30, 50, 65 e 80%) na composição botânica inicial. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com três repetições em parcelas de 940 m2. Em 2014, foram avaliados indivíduos regenerantes (? 60 cm) dentro de cada parcela e as espécies foram identificadas e classificadas quanto ao hábito de crescimento, grupo ecológico e síndrome de dispersão. Quantificouse densidade absoluta, frequências absoluta e relativa e os índices de diversidade de Shannon e de equabilidade de Pielou. Foram encontradas 37 espécies que não haviam sido plantadas inicialmente. Somente três, das 13 espécies plantadas estiveram presentes no banco de plântulas. A maioria das espécies regenerantes eram arbóreas, pioneiras, com hábito de dispersão por zoocoria. O plantio misto com leguminosas arbóreas nodulantes é eficaz na ativação do processo de sucessão ecológica, uma vez que garante um alto recrutamento de espécies nativas regenerantes, com destaque para a composição botânica com 50 e 65%.
dc.description.uribitstream/item/223724/1/Regeneracao-natural-apos-13-anos-de-plantio.pdf
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.publisherCiência Florestal, v. 31, n. 2, p. 820-845, 2021.
dc.relation.ispartofEmbrapa Agrobiologia - Artigo em periódico indexado (ALICE)
dc.subjectLeguminosas arbóreas
dc.subjectRAD
dc.titleRegeneração natural após 13 anos de plantio com espécies arbóreas fixadoras de nitrogênio em Valença, no estado do Rio de Janeiro
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)
dc.description.notesNatural regeneration after 13 years of revegetation with nitrogen- fixing trees in Valença, Rio de Janeiro state, Brazi
dc.ainfo.id1132262
dc.ainfo.lastupdate2021-06-09
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPAB)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Regeneracao-natural-apos-13-anos-de-plantio.pdf332,32 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace