Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1133643
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorBALSADI, O. V.
dc.date.accessioned2021-08-17T15:04:27Z-
dc.date.available2021-08-17T15:04:27Z-
dc.date.created2021-08-17
dc.date.issued2021
dc.identifier.citationRevista de Política Agrícola, ano 30, n. 2, p. 71-82, abr./maio/jun. 2021.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1133643-
dc.descriptionCom base nos dados do Censo Agropecuário de 2017, o objetivo deste trabalho é analisar as principais informações sobre os empregados permanentes e temporários ocupados na agricultura brasileira. Os resultados obtidos evidenciaram que esses trabalhadores representavam 25,3% do total de ocupados. O mercado de trabalho assalariado agrícola mostrou-se, também, dominado por empregados homens e por aqueles com mais de 14 anos de idade. De forma geral, o trabalho temporário esteve mais vinculado aos estabelecimentos agropecuários familiares, ao passo que o trabalho permanente foi predominante nos estabelecimentos não familiares e naqueles pertencentes ao Pronamp.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.titleNotas sobre o trabalho assalariado com base no Censo Agropecuário de 2017.
dc.typeArtigo de periódico
dc.subject.thesagroAgricultura
dc.subject.thesagroEmprego
riaa.ainfo.id1133643
riaa.ainfo.lastupdate2021-08-17
dc.contributor.institutionOTAVIO VALENTIM BALSADI, SIRE.
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado / Embrapa Unidades Centrais (AI-SEDE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Notas-sobre-o-trabalho.pdf509,58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace