Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1135482
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorTROYACK, I. B.
dc.contributor.authorVÖN MUHLEN, C.
dc.contributor.authorVASQUES, G. de M.
dc.contributor.authorTEIXEIRA, W. G.
dc.date.accessioned2021-11-11T12:01:19Z-
dc.date.available2021-11-11T12:01:19Z-
dc.date.created2021-10-21
dc.date.issued2021
dc.identifier.citationEngenharia Sanitária e Ambiental, v. 26, n. 5, p. 893-901, set./out. 2021.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1135482-
dc.descriptionA representatividade da amostragem é fundamental para embasar a tomada de decisão, uma vez que a heterogeneidade da matriz é o principal fator para incerteza dos dados nos estudos de gerenciamento de áreas contaminadas. Neste estudo, coletaram-se 112 amostras de solo superficial em malha quadrada de 1 x 1 m, em uma área 15 x 6 m, no campus regional de Resende da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Anteriormente, no terreno funcionaram empresas de produção de filmes radiográficos e purificação de prata metálica. As amostras de solo foram analisadas por pXRF, método de screening para metais. Com base nos dados levantados, calculou-se, por meio de métodos estatísticos, a quantidade de amostras que permitiriam uma caracterização representativa da área, considerando um erro relativo de 20% para dois intervalos de confiança: 95 e 80%. As análises indicaram concentrações superiores aos valores de referência para os parâmetros prata, mercúrio, chumbo, selênio e zinco. Os resultados de mercúrio possivelmente referem-se a ruído espectral, não estando relacionados ao histórico de uso e ocupação. Os coeficientes de variação das concentrações dos elementos analisados variaram de 132 a 225%. Considerando uma distribuição lognormal, calcularam-se 76 amostras para o maior intervalo de confiança e 53 para o menor. Isso seria o equivalente a transectos com espaçamentos de 1,47 e 2,11 m. Os resultados ratificam a necessidade de investigações de alta resolução nas áreas fonte, conforme recomendado pela Decisão de Diretoria da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo nº 038/2017/C (DD-038).
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectInvestigação ambiental
dc.subjectFluorescência de raios X portátil
dc.subjectContaminação por metais
dc.titleEstimativa do número de amostras de solo para caracterizar elementos químicos utilizando fluorescência de raios X portátil em áreas contaminadas: estudo de caso em Resende.
dc.typeArtigo de periódico
dc.subject.thesagroSolo
dc.subject.thesagroAmostragem
dc.subject.nalthesaurusScreening
riaa.ainfo.id1135482
riaa.ainfo.lastupdate2021-11-10
dc.identifier.doihttps://doi.org/10.1590/S1413-415220200158
dc.contributor.institutionISABELA BIRNFELD TROYACK, UERJ; CARIN VÖN MUHLEN, UERJ; GUSTAVO DE MATTOS VASQUES, CNPS; WENCESLAU GERALDES TEIXEIRA, CNPS.
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Estimativa-do-numero-de-amostras-de-solo-2021.pdf4,83 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace