Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1135773
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSCHIRMANN, J.
dc.contributor.authorCAMACHO, P. G.
dc.contributor.authorPINTO, C. E.
dc.contributor.authorBALDISSERA, T. C.
dc.contributor.authorGARAGORRY, F. C.
dc.contributor.authorSBRISSIA, A. F.
dc.date.accessioned2021-11-04T14:00:24Z-
dc.date.available2021-11-04T14:00:24Z-
dc.date.created2021-11-04
dc.date.issued2021
dc.identifier.citationIn: SIMPÓSIO INTERNACIONAL CIÊNCIA, SAÚDE E TERRITÓRIO, 6., 2021, Lages. Saúde única: desafios e perspectivas: anais. Lages: Uniplac: Epagri, 2021.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1135773-
dc.descriptionA pecuária catarinense apresenta produção animal com base em distintos sistemas forrageiros, mas pouco é sabido sobre o potencial de aquecimento global (PAG) desses sistemas. O objetivo do estudo foi avaliar o PAG de quatro sistemas forrageiros: PN- Pastagem Natural; PMPastagem Natural Melhorada; PP- Pastagem Perene; e PA- Pastagem Anual. O estudo foi conduzido durante 5 anos na EPAGRI, Lages, SC, Brasil. O PAG parcial (PAGp) das pastagens foi calculado considerando a emissão anual de óxido nitroso (N2O) e metano (CH4) do solo e a taxa de sequestro de carbono anual relativa (TSR). A intensidade de emissão de gases de efeito estufa (IEGEE) foi calculada considerando o PAGp e a produção de matéria seca (MS) das pastagens. A emissão de N2O variou de 0,08 a 2,96 Mg CO2eq. ha-1 ano-1 para PN e PA, respectivamente. A PP apresentou o menor influxo de CH4 no solo (-0,018 Mg CO2eq. ha-1 ano- 1), diferindo de PM e PN. A TSR foi negativa para PN, PM e PP indicando potencial mitigador em relação a PA. A produção de MS variou de 6,62 a 13,04 Mg ha-1 para PN e PP, respectivamente. Apesar das diferenças na produtividade, a IEGEE não diferiu entre as pastagens. Os sistemas forrageiros não diferiram quanto ao PAGp, independentemente do manejo do solo e do pasto. Sequestro de Carbono, Manejo de Pastagens, Gases do Efeito Estufa
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.titlePotencial de aquecimento global de sistemas forrageiros.
dc.typeParte de livro
dc.subject.thesagroPastagem
dc.subject.thesagroManejo
dc.subject.thesagroEfeito Estufa
dc.subject.thesagroBovinocultura
dc.format.extent2p. 632-638.
dc.contributor.institutionJANQUIELI SCHIRMANN, BOLSISTA CNPQ; PEDRO GARZON CAMACHO, UDESC; CASSIANO EDUARDO PINTO, EPAGRI; TIAGO CELSO BALDISSERA, EPAGRI; FABIO CERVO GARAGORRY, CPPSUL; ANDRÉ FISCHER SBRISSIA, UDESC.
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPPSUL)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Anais-artigo-1.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace