Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1137953
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSCHAFACHEKI, B.
dc.date.accessioned2021-12-16T13:14:20Z-
dc.date.available2021-12-16T13:14:20Z-
dc.date.created2021-12-16
dc.date.issued2019
dc.identifier.citation2019.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1137953-
dc.descriptionA canola pertence à família das crucíferas, cultura que tem uma grande relevância econômica, sobressaindo-se como a terceira oleaginosa mais produzida mundialmente. A cultura é acometida por inúmeras doenças, das quais destaca-se a podridão negra das crucíferas, causada pela bactéria Xanthomonas campestris pv. campestris. Tendo por objetivo avaliar o progresso da doença em diferentes híbridos de canola, e em diferentes épocas de semeadura, implantou-se um ensaio na Fazenda Experimental do Centro Universitário Vale do Iguaçu-Uniguaçu. Foram realizadas avaliações semanais na cultura do progresso da doença, mensurando a área afetada pela doença (severidade%) em 50 plantas ao acaso de cada parcela, por meio de comparação visual. Os dados da proporção da severidade da doença (PSD) em relação ao período tempo foram submetidos a análise de variação dos, após atendidas as exigências de normalidade, foram submetidos a análise de regressão não-linear, através do modelo logístico, representado pela equação (Y=(b1/(1+b2*exp(-r*t)))). Além disso, os dados foram integralizados na Área Abaixo da Curva de Progresso da Doença (AACPD) e para verificar a diferenciar de um híbrido do outro em cada época de semeadura. Os dados de AACPD foram submetidos à análise de variância, e em seguida suas médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5 % de probabilidade. As AACPD não diferiram significativamente nas épocas e nos híbridos. Os híbridos Hyola 61, ALTH B4 e Hyola 575 apresentam reação diferenciada a doença, dependendo da época de semeadura; O híbrido Diamond apresenta suscetibilidade a podridão negra das crucíferas.
dc.language.isopor
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectBrassica napus L
dc.subjectOleífera
dc.subjectXanthomonas campestris pv
dc.subjectIntensidade de doença
dc.titleProgresso temporal da podridão negra das crucíferas em diferentes híbridos de canola.
dc.typeTeses
dc.subject.thesagroPodridão Negra
dc.subject.nalthesaurusCanola
dc.description.notesTrabalho de Conclusão de Curso realizado na área de Agronomia apresentado na disciplina de Estágio Supervisionado III (profissionalizante), do Curso de Agronomia, do Centro Universitário Vale do Iguaçu de União da Vitória, como requisito para obtenção de título de Bacharel em Agronomia. Orientador: Prof. Dr. Anderson L. D. Danelli. Coorientador 0- Jorge Alberto de Gouvea (CNPT)
riaa.ainfo.id1137953
riaa.ainfo.lastupdate2021-12-16
dc.contributor.institutionBRUNA SCHAFACHEKI, CENTRO UNIVERSITÁRIO VALE DO IGUAÇU- UNIGUAÇU CURSO DE AGRONOMIA.
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019-PA-I-Uniao-da-Vitoria-TCC-Bruna-Schafacheki-Podridao-Negra.pdf1,44 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace