Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1138257
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorEBONE, A.
dc.date.accessioned2021-12-23T12:00:33Z-
dc.date.available2021-12-23T12:00:33Z-
dc.date.created2021-12-22
dc.date.issued2021
dc.identifier.citation2021.
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1138257-
dc.descriptionO trigo (Triticum aestivum L.) possui relevância ao longo da história pelo seu alto consumo na dieta alimentar. Alto potencial produtivo exige adoção de manejo mais criterioso, especialmente para cultivares suscetíveis a doenças. O objetivo da pesquisa foi fenotipar cultivares de trigo quanto a sensibilidade a mancha amarela, por meio de imagem, e identificar respostas bioquímicas como indicadoras de infecção precoce por Pyrenophora tritici-repentis. Foram conduzidos experimentos de campo em Santa Maria (SM) e Ijuí (IJ) com avaliação de 4 cultivares de trigo (Tbio Toruk, Tbio Sinuelo, Tbio Audaz e Tbio Sossego), com e sem inoculação do fungo Pyrenophora tritici-repentis. Foram avaliadas produtividade de grãos, massa por hectolitro e massa de mil grãos, além da determinação da severidade visual e por imagem (no local SM) com o uso do software Quant® aos 7, 14, 21, 28, 35 e 42 dias após a inoculação (DAI) para compor a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) em cada cultivar. Em casa de vegetação foi conduzido experimento para avaliar os pigmentos fotossintetizantes e compostos bioquímicos do complexo antioxidante em plantas as 0, 24, 48, 96 e 192 horas após a inoculação (HAI) com Pyrenophora tritici-repentis. O conteúdo de Clorofila A (ChlA), Clorofila B (ChlB), Clorofilas Totais (ChlTot), Carotenoides (Carot), Peróxido de Hidrogênio (H2O2), peroxidação lipídica (TBARS), Superóxido Dismutase (SOD) e Guaiacol Peroxidase (POD), foram determinadas em relação ao seu controle, sem o patógeno, para todas as cultivares. As menores médias de severidades de mancha amarela e AACPD foram identificadas nas cultivares Tbio Sossego e Tbio Audaz, não sendo observada correlação inversa no aumento nas produtividades de grãos, indicando que os componentes de produtividade não são indicadores de tolerância à mancha amarela. Os níveis relativos de tolerância para cada cultivar estão relacionados com a diminuição da AACPD da doença. Assim, fenotipicamente Tbio Toruk foi classificado como sensível a mancha amarela por apresentar maior AACPD, enquanto a mais tolerante foi Tbio Sossego, em ambos os locais. A análise dos componentes principais demonstrou diferença entre as cultivares Tbio Toruk e Tbio Sossego as 192 HAI, pelo acúmulo de estímulos após a inoculação com o patógeno. O decréscimo médio de acurácia na classificação das cultivares foi maior para POD, sendo esta avaliação responsável por 24% do modelo preditivo por RamdomForest a 96 HAI. A sensibilidade (SN) na matriz de confusão do modelo permitiu classificar Tbio Toruk em 100% das predições. A máxima expressão relativa de POD determinada para Tbio Toruk ocorreu as 126 horas após a inoculação, com atividade 386,9% superiores ao controle não inoculado com Pyrenophora tritici-repentis. Assim, as cultivares de trigo foram fenotipadas, sendo Tbio Toruk a cultivar mais suscetível a mancha amarela devido demonstrar elevada AACPD. A detecção de alterações nas respostas enzimáticas até 96 HAI, especialmente a atividade da enzima POD é um indicador para detecção precoce à infecção por Pyrenophora tritici-repentis em cultivares sensíveis.
dc.languagePortugues
dc.language.isopt_BR
dc.rightsopenAccess
dc.subjectMancha amarela
dc.subjectAnálise dos Componentes Principais
dc.subjectGuaiacol Peroxidase
dc.subjectTriticum aestivum L
dc.subjectFenotipar
dc.titleFenotipagem na detecção precoce de sintomas causados por Pyrenophora tritici-repentis em trigo.
dc.typeTeses
dc.subject.thesagroAtividade Enzimática
dc.subject.thesagroTrigo
dc.description.notesDissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal de Santa Maria, Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Santa Maria: UFSM, 2021. Orientador: Prof. Dr. Thomas Newton Martin, coorientador Flavio Martins Santana CNPT (Embrapa Trigo)
dc.format.extent272 p.
dc.contributor.institutionANDRÉ EBONE, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA.
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2-DIS-PPGAGRONOMIA-2021-EBONE-ANDRE.pdf960,28 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace