Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1138984
Title: Taxa de rebaixamento do capim ipyporã por vacas em lactação em sistemas integrados.
Authors: CRUZ, J. A. R. da
BARROS JÚNIOR, J. H.
MISSIATTO, J. V. F.
MOHR, D. M.
CARDOSO, M.
LEANDRO JÚNIOR, W.
SIMÕES, F. G.
MARINHO, L. A.
COLETTI, A. J.
MONTEIRO, R. A. C.
NASCIMENTO, A. F. do
ABATTI, G.
Affiliation: JEFFERSON ADRIANO RODRIGUES DA CRUZ, UFMT, Sinop-MT; JEOVÁ HERCULANO BARROS JÚNIOR, UFMT, Sinop-MT; JOÃO VÍTOR FANTIN MISSIATTO, UFMT, Sinop-MT; DANIELA MARIA MOHR, UFMT, Sinop-MT; MURILO CARDOSO, UFMT, Sinop-MT; WAGNER LEANDRO JÚNIOR, UFMT, Sinop-MT; FERNANDO GONÇALVES SIMÕES, UFMT, Sinop-MT; LUCAS ALVES MARINHO, UFMT, Sinop-MT; ADMAR JÚNIOR COLETTI, UFMT, Sinop-MT; ROBERTA APARECIDA C MONTEIRO, CNPGL; ALEXANDRE FERREIRA DO NASCIMENTO, CPAMT; GABRIELLI ABATTI, UFMT, Sinop-MT.
Date Issued: 2021
Citation: In: ENCONTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIAS AGROSSUSTENTÁVEIS, 5.; JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA AGROSSILVIPASTORIL, 10., 2021. Sinop. Resumos... Brasília, DF: Embrapa, 2021. p. 62.
Description: A taxa de rebaixamento é uma medida importante para o manejo adequado da pastagem, podendo estimar o tempo de permanência dos animais em um piquete de acordo com as metas de pastejo para o capim. Este trabalho objetivou-se avaliar a taxa de rebaixamento do capim Ipyporã formado em sistema silvipastoril. O experimento foi conduzido na área experimental da Embrapa Agrossilvipastoril, Sinop, MT, composto pelo plantio de capim Ipyporã com eucalipto (Eucalyptus urograndis H13) das seguintes formas: B - entre renque duplos de eucalipto com 50 m de espaçamento (260 árvores ha-1); C - entre renques triplos de 15 m de eucalipto (340 árvores ha-1); D - entre renques duplos de 50 m de eucalipto (130 árvores ha-1) e E - entre renques simples de 21 m de eucalipto (120 árvores ha-1). Com auxílio de uma régua graduada foram avaliadas as alturas do dossel na entrada e saída dos animais da pastagem. Na entrada 45 leituras de altura foram coletadas quando o dossel alcançou 95% da luz incidente e, na saída, 45 pontos por piquete com a pastagem próxima de 15 cm, altura recomendada para a saída dos animais para o Ipyporã. O delineamento foi de blocos ao acaso com duas repetições, com 8 vacas em lactação por tratamento, pesadas um dia antes do início do pastejo, onde a taxa de rebaixamento foi calculada pela diferença da altura do dossel pré e pós pastejo dos animais, dividido pelo número de UA nos testes. Os dados foram submetidos à análise de variância e ao teste de média Ducan ao nível de 10% de probabilidade. A maior taxa de rebaixamento foi observada no tratamento C, de 0,69 mm UA-1 ha-1 dia-1. B e D, com valores de 0,50 e 0,43 mm UA-1 ha-1 dia-1, respectivamente. O tratamento E, com taxa de rebaixamento de 0,57 mm UA-1 ha-1 dia-1, não diferiu dos demais tratamentos. O tratamento com maior densidade de árvores diminui a densidade do pasto e, consequentemente, a disponibilidade de forragem mantida a mesma carga animal para todos os tratamentos, conforme alguns trabalhos têm mostrado, o que levou a maior taxa de rebaixamento. Estes resultados contribuem para o manejo da pastagem em sistema silvipastoril, permitindo o cálculo do tempo que os animais levam para rebaixar a pastagem.
Thesagro: Pastagem
Vaca
Lactação
Consumo
Eucalipto
Pastejo
Keywords: Eucalyptus urograndis
Taxa de rebaixamento
BRS ipyporã
Sistema de produção integrado
Integração lavoura-pecuária-floresta
ILPF
Language: Portugues
Type of Material: Anais e Proceedings de eventos
Access: openAccess
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAMT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021-cpamt-racm-taxa-rebaixamento-capim-ipypora-vacas-lactacao-sistemas-integrados-p-62.pdf330,93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace