Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1139061
Title: Qualidade tecnológica do sorgo sob manejo de maturadores químicos.
Authors: MOREIRA, B. R. de A.
VIANA, R. S.
FIGUEIREDO, P. A. M. de
RAMOS, S. B.
TEIXEIRA FILHO, M. C. M.
MAY, A.
CRUZ, V. H.
LOPES, P. R. M.
Affiliation: BRUNO RAFAEL DE ALMEIDA MOREIRA; RONALDO DA SILVA VIANA, FCAT-UNESP; PAULO ALEXANDRE MONTEIRO DE FIGUEIREDO, FCAT-UNESP; SÉRGIO BISPO RAMOS, FCAT-UNESP; MARCELO CARVALHO MINHOTO TEIXEIRA FILHO, FEIS-UNESP; ANDRE MAY, CNPMA; VICTOR HUGO CRUZ; PAULO RENATO MATTOS LOPES, FACT-UNESP.
Date Issued: 2021
Citation: Ponta Grossa, PR: Atena, 2021.
Pages: 119 p.
Description: Resumo:A cultura de sorgo sacarino é opção à produção bioenergética: caldo rico em sacarose e bagaço fibroso são matérias-primas, técnica e economicamente, viáveis à fabricação de bioetanol e biogás e cogeração de bioeletricidade. Embora estratégicas à minimização de problemas de entressafra de cana-de-açúcar, período de ociosidade operacional e inflação de preço de produtos, lavouras de sorgo sacarino, gramínea tropical de substancial rendimento de biomassa e ampla adaptabilidade fisiográfica a ambientes hostis, dificultam, todavia, planejamento de colheita e industrialização, devido ao curto ciclo comercial, 90 a 120 dias. Reguladores de crescimento vegetal seriam, portanto, alternativas perspicazes. O artigo compartilha, contextualmente, conteúdo técnico-científico de múltiplos ensaios experimentais de qualidade de caldo de cultivares de sorgo sacarino sob manejo de maturadores. Entre 2012/13 e 2018/19, testaram-se, regionalmente, os ingredientes ativos, etefom, etil-trinexapac, glifosato, metil-sulfumeturon e thidiazuron, em CMSXS 646, CMSXS 647, BRS 508, BRS 509, Biomatrix 535, 80007 e 80147. À avaliação técnica de caldo e bagaço, determinaram-se: Brix, Pol, pureza, açúcares redutores, rendimento de açúcares teóricos e fibra. Considerando-se o mapeamento fatorial de cultivares e maturadores, conclui-se, portanto: CMSXS 646, CMSXS 647, BRS 508, BRS 509 e 80147, tratados com etefom a 1,35 L ha-1, etil-trinexapac a 0,2 a 1,6 L ha-1 e glifosato a 0,4 a 0,8 L ha-1, particularmente, viabilizariam produção de bioetanol, devido à incomparável qualidade de caldo, enquanto, Biomatrix 535, tratada com glifosato a 0,1 a 0,4 L ha-1 e metil-sulfumeturon a 5 a 10 g ha-1, caracterizada pelo excelente teor de glicose, desempenharia excelente papel de matéria-prima para industrialização de açúcar líquido; complementarmente, 80007, tratada com etefom a 0,33 a 1,32 L ha-1, metilsulfumeturon a 10 a 40 g ha-1 e thidiazuron a 0,10 a 0,15 L ha-1, proporcionaria ao setor sucroenergético, considerável rendimento de fibra, substrato de cogeração de calor para cocção de açúcar e bioeletricidade.
Thesagro: Sorgo Açucareiro
Bioenergia.
Keywords: Bioetanol de primeira geração
Cogeração de eletricidade
Matéria-prima integral
Sorghum bicolor L.
ISBN: 978-65-5983-123-4
Language: Portugues
Type of Material: Livros
Access: openAccess
Appears in Collections:Livro científico (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
May-Qualidade-tecnologica.pdf12,42 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace