Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/15422
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCASTRO, V. L. S. S. dept_BR
dc.contributor.authorSCRAMIN, S.pt_BR
dc.contributor.authorMELO, M.pt_BR
dc.contributor.otherVERA LUCIA SCHERHOLZ S DE CASTRO, CNPMA; S. SCRAMIN, Embrapa Meio Ambiente; M. MELO, Departamento de Parasitologia-ICB/USP.pt_BR
dc.date.accessioned2015-08-14T05:42:15Z-
dc.date.available2015-08-14T05:42:15Z-
dc.date.created2007-05-16pt_BR
dc.date.issued2006pt_BR
dc.identifier.other6830pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/15422pt_BR
dc.descriptionA busca de indicadores de efeitos devido à exposição de organismos não-alvo a fungicidas vem se intensificando. Atualmente, as alterações bioquímicas e as relacionadas a parâmetros do desenvolvimento estão entre as medidas de eventos mais estudados como possíveis indicadores na dependência da ocorrência de períodos críticos no desenvolvimento, já que muitos desses produtos alteram vários aspectos do sistema reprodutivo. Aos indicadores usados tradicionalmente como porcentagem de fertilidade, abortos e natimortos, foram acrescentados outros parâmetros relativos ao desenvolvimento físico reprodutivo (dia médio de descida do testículo e abertura de vagina), além do estabelecimento de método in vitro para avaliação da possível interferência dos pesticidas na atividade da CYP19 aromatase, que catalisa a conversão de andrógenos em estrógenos. Neste trabalho procurou-se avaliar os possíveis efeitos do fungicida Fenarimol após exposição perinatal, uma vez que o transporte placentário do Fenarimol aumenta a partir do 18o dia da prenhez e é excretado pelo leite materno. As fêmeas de ratos Wistar foram expostas a 150 ou 300 mg.kg?1 de Fenarimol (S.C.) durante o período inicial ou final da prenhez ou durante os seis primeiros dias da lactação. As taxas de viabilidade ao nascimento (VA) e ao desmame (VD) foram observadas conforme: VA = 100 × (número de filhotes natimortos/nascidos vivos) e VD = 100 × (número de filhotes desmamados/nascidos vivos). Todos os filhotes tiveram seu desenvolvimento físico reprodutivo acompanhado até o 26o dia de vida. As duas doses estudadas, apesar de terem afetado de forma pontual os parâmetros físicos observados, não demonstraram clara evidência de efeito dose-resposta ao Fenarimol dentro da mesma fase (prenhez e lactação). Tais observações enfatizam a importância de estudos prospectivos desses produtos, com o uso de indicadores que evidenciem alterações sutis. A obtenção de dados de alvos mais sensíveis poderá contribuir para o aprimoramento dos instrumentos com os quais os riscos possam ser minimizados em relação à saúde ambiental. Assim é que, para a avaliação da provável interferência do fungicida na atividade da aromatase, está sendo adaptado o método no qual são utilizados microssomos de fígado de ratos como fonte da enzima a ser avaliada em presença do Fenarimol.pt_BR
dc.description.uribitstream/item/127923/1/2006AP-047.pdfpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherJournal of the Brazilian Society of Ecotoxicology, Rio Grande, v. 1, n. 1, p. 71-74, 2006.pt_BR
dc.relation.ispartofEmbrapa Meio Ambiente - Artigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.subjectEfeitospt_BR
dc.subjectTestes toxicológicospt_BR
dc.subjectRatospt_BR
dc.subjectBioindicadorpt_BR
dc.subjectDesenvolvimento animal.pt_BR
dc.titleInfluência do fenarimol no desenvolvimento animal e reprodução em ratos.pt_BR
dc.typeArtigo em periódico indexado (ALICE)pt_BR
dc.date.updated2015-08-14T05:42:15Zpt_BR
dc.subject.thesagroFungicidapt_BR
dc.subject.thesagroReprodução.pt_BR
dc.ainfo.id15422pt_BR
dc.ainfo.lastupdate2015-08-13pt_BR
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006AP047.pdf204,25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace