Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/155845
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2005
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: BRITO, L. T. de L.
PORTO, E. R.
SILVA, A. de S.
SILVA, M. S. L. da
HERMES, L. C.
MARTINS, S. S.
Additional Information: ADERALDO DE SOUZA SILVA, CPATSA.
Title: Avaliação das características físico-química e bacteriológicas das águas de cisternas da comunidade de Atalho, Petrolina-PE.
Publisher: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE CAPTAÇÃO E MANEJO DE ÁGUA DE CHUVA, 5., 2005, Teresina, PI. Anais... Teresina: ABCMAC; Governo do Estado do Piauí; Embrapa Semi-Árido; IRPAA; ASA, 2005. 1 CD-ROM.
Language: pt_BR
Keywords: Recursos hídricos
Coliformes
Potabilidade da água
Brasil
Pernambuco
Petrolina
Atalho
Description: Avaliaram-se aspectos gerais e de qualidade física, química e bacteriológica das águas destinadas ao consumo umano, armazenadas em cisternas na comunidade de Atalho, Petrolina-PE. Os resultados indicam que com a cisterna, as famílias disponibilizam de uma a duas horas por dia para realizar outras atividades. Foi detectado que a quantidade de água armazenada nas cisternas não é suficiente para atender ao consumo da família, havendo necessidade de serem reabastecidas com água de carro-pipa (65%), cuja água é proveniente de açudes (58%). Também, foi afirmado por 100% das famílias que a água é retirada das cisternas com latas, baldes, panelas etc., podendo comprometer sua qualidade. A partir dos resultados das variáveis físico-químicas analisadas, observou-se que a água das cisternas atende aos padrões de qualidade; porém, os resultados das análises bacteriológicas indicam que 73% das amostras analisadas apresentam-se contaminadas por coliformes fecais, estando, portanto, em desacordo com os padrões de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde, embora tenha sido identificado que as famílias realizam tratamento da água com cloro. Estes resultados evidenciam riscos à saúde das famílias que consome essas águas sem ou com tratamento inadequado da água, tendo em vista que a água é responsável pela transmissão de doenças como febre tifóide, desinteria bacilar e cólera, entre outras.
Data Created: 2005-08-17
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OPB293.pdf91,5 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace